Ronnie Preuss Duarte: OAB na vanguarda

Por Ronnie Preuss Duarte
Presidente da OAB-PE

Há exatos 189 anos o estado de Pernambuco estreava a sua vocação nas letras jurídicas. Em território sagrado, o Seminário de Olinda, forjavam-se aqueles que entregariam ao sacerdócio da advocacia, amando o ofício e professando a fé no Direito enquanto instrumento de convivência humana.

Passados quase dois séculos, a missão segue inalterada: ser um instrumento na realização da justiça em favor daquele que teve direito seu violado. Vamos aos fóruns, basicamente, defender a liberdade, o patrimônio, a honra e as relações familiares de milhões de clientes que dependem do nosso trabalho para que cada um receba o que é seu.

O direito de sermos recebidos por juízes, de termos acesso aos autos de processos, de podermos falar com os nossos clientes são prerrogativas profissionais, garantias conferidas diretamente aos advogados com o único objetivo de otimizar as chances da realização da justiça para o destinatário da atuação do estado, que é sempre o cidadão.

Por vezes, contudo, a eficácia da nossa atuação segue ameaçada. Em ambientes do Legislativo, do Executivo, bem como do Judiciário, ouve-se, com frequência maior que a desejada, reclamos de advogados historiando dificuldades inaceitáveis no exercício da profissão. Uma massa que, calada, verte o sangue para driblar os óbicesenfrentados, pranteando como favor o que é direito e que, mesmo assim,é sonegado por agentes estatais que findam por prestar um “desserviço público” à população.

Atenta às suas responsabilidades institucionais, a OAB-PE lança hoje uma ferramenta de auxílio à nossa missão cidadã. Um sistema pioneiro que tem por objetivo auscultar a classe, criando canal direto de comunicação com a advocacia militante. A partir deste marco histórico, sem a necessidade de identificação externa, cada profissional inscrito nos nossos quadros poderá contribuir com o aprimoramento dos serviços públicos prestados em todas as respectivas esferas de atuação. O aplicativo para smartphones, o OAB-PE Digital, fará dos quase quarenta mil advogados atuantes em Pernambuco auxiliares no controle social de todos os agentes públicos com os quais lidamos profissionalmente.

As estatísticas geradas pelo sistema, com a compilação dos dados e o auxilio da possibilidade de anexação de arquivos de imagens e voz pelos usuários,possibilitarão um diagnóstico amplo e completo da realidade subjacente à atuação advocatícia. Com isso, teremos meios de provocar as instâncias competentes para um aprofundamento investigativo e a eventual imposição de ajustes corretivos. Mais que isso, permitirão a identificação dos agentes públicos com atuação exemplar, alumiando aqueles verdadeiramente comprometidos com o espírito público e, portanto, merecedores do elogioso destaque e reconhecimento pela sociedade.

Ao fim e ao cabo, ganhará o povo, sempre merecedor do máximo possível (e nunca do mínimo necessário), em termos de atenção estatal.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook