Últimas

Taison garante que está pronto para a Seleção e dispara: “acho que demorou um pouco”

Ao lado de Giuliano, o meia-atacante teceu grandes elogios ao técnico do Brasil e visa conquistar pontos contra o Equador

Taison e Giuliano foram duas dentre algumas surpresas na primeira convocação de Tite como treinador da Seleção Brasileira. E os jogadores, que já atuaram juntos no Internacional, foram os escolhidos para concederem entrevista coletiva nesta segunda-feira (29) em Quito, onde o Brasil se prepara visando a partida contra o Equador, quinta (1º), pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Na conversa, ambos relembraram a época na qual trabalharam com Tite no Internacional e não pouparam elogios ao treinador.

“Não tenho palavras para falar dele, uma pessoa muito rígida no trabalho, que cobra muito. Ele é a mesma pessoa na Seleção, trata a todos os jogadores da mesma maneira. A melhor lembrança que tenho dele foi ter me colocado no primeiro Gre-Nal em 2008, quando eu tinha 20 anos. Eu o respeito e vou respeitar sempre”, disse Taison.

Giuliano, que recentemente trocou o Grêmio pelo Zenit, elogiou Tite (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

“Trabalhei com o Tite no Inter em 2009. Cresci muito como pessoa e jogador. Taticamente, ele me deu algo que eu não tinha. Ele me conhece e por isso me chamou. Fico feliz por ter a confiança dele, ter trabalhado junto gera essa confiança”, seguiu Giuliano.

Vai vingar na Seleção? Sò o tempo vai dizer… (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Taison reconheceu que muitas pessoas criticaram a sua inclusão na lista, mas garante que está pronto para vestir a amarelinha: “Eu me vejo pronto para jogar na seleção brasileira. Esperei bastante para ter essa oportunidade. Até acho que demorou um pouco para estar aqui, mas sempre respeitei todos que estiveram. Respeito todos pelas críticas, mas sempre trabalhei forte e com seriedade, e continuo trabalhando. O Shakhtar sempre disputa a Liga dos Campeões ou a Liga Europa, a oportunidade está aí e tenho que agarrar da melhor forma. Era meu sonho jogar na Seleção”, afirmou.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Gabriel Jesus é o ‘9’: confira a numeração | O Brasil na Eliminatória | O ‘sportinguista’ que superou CR7


“No Shakhtar, eu jogo pelos lados, pela ponta. Agora mudamos o sistema tático, jogamos com dois atacantes, e sou o segundo. Como “9” fica difícil, e a concorrência pelo lado é difícil. O Neymar é um menino de ouro, queremos sempre estar ao lado dele (risos)”.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook