Últimas

Taxistas mantém acampamento em frente à Prefeitura de Belo Horizonte

Duas faixas de uma das principais avenidas da capital mineira ficaram interditadas. Foto: Divulga
Duas faixas de uma das principais avenidas da capital mineira ficaram interditadas. Foto: Divulgao

Já dura mais de 12 horas o protesto de taxistas de Belo Horizonte em frente a sede da prefeitura, na Avenida Afonso Pena, Centro da capital. Por volta das 8h, duas faixas no sentido Mangabeiras estavam interditadas pelos veículos. A categoria protesta contra a falta de fiscalização para banir os parceiros do aplicativo Uber, sob o argumento de que a atividade é ilegal. A expectativa é de que eles participem de uma reunião com autoridades na manhã desta quarta-feira. 

Na terça, eles fecharam parcialmente a Afonso Pena, no sentido Centro-Bairro, entre a Rua da Bahia e a Avenida Alvares Cabral. De acordo com o capitão Orleans Dutra, do Batalhão de Trânsito, inicialmente os motoristas deixaram apenas duas faixas livres, uma delas a de emergência, mas depois liberaram mais uma pista. 

Ainda na tarde passada, um grupo de quatro manifestantes foi recebido por um assessor da Secretaria de Governo de BH. Um deles, o taxista Antônio Alves Sena, disse que uma reunião com representantes da administração municipal, incluindo BHTrans e Guarda Municipal, será realizada hoje para discutir a questão. Os motoristas decidiram, então, acampar na Afonso Pena, em frente à PBH. 


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook