Últimas

Vacinação contra o HPV tem baixa cobertura em Alagoas, diz Sesau

Segunda dose da vacina tem apenas 10,13% de cobertura. Imunização é gratuita para meninas entre 9 e 13 anos em postos de saúde.

 

A vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV) está com baixa coberura em Alagoas. A primeira dose está com uma cobertura de 21,54% e a segunda, aplicada seis meses após a primeira, está com apenas 10,13%. A informação foi divulgada nesta terça-feira (2) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

De acordo com o Programa Nacional de Imunização (PNI), a vacina deve atingir uma cobertura de 31,8 mil crianças e adolescentes, entre 9 e 13 anos de idade.

Em Alagoas a procura tem sido pequena, mesmo a vacina sendo ofertada de maneira gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A imunização ofertada nos postos de saúde de Alagoas é do tipo quadrivalente e confere proteção contra quatro subtipos do vírus.

O objetivo é prevenir o câncer de colo de útero, terceiro tipo de câncer feminino mais comum no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

“Esta situação é preocupante, porque a vacina, comprovadamente, serve para prevenir o câncer de colo do útero, um dos que mais afetam as mulheres. Ela está disponível nos postos de saúde e os pais devem levar suas filhas para serem vacinadas”, afirmou a assessora estadual do PNI, Claudeane Nascimento.

A assessora ainda explicou a importância de observar o calendário de vacinação e prestar atenção para a data da segunda dose. A imunização só faz efeito quando o ciclo da vacina é cumprido.

 

G1

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook