Via expressa Transolímpica vai cobrar pedágio a partir desta segunda-feira

Via expressa Transol
Via expressa Transolmpica, que liga Deodoro Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Foto: Beth Santos/ PCRJ

Começa a ser cobrado, a partir desta segunda-feira (29), o pedágio da via expressa Transolímpica, que liga Deodoro à Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e que foi aberta inicialmente para facilitar a passagem da família olímpica. A abertura para motoristas em geral ocorreu na última sexta-feira (26). O valor fixado para o pedágio, de R$ 5,90, é o mesmo cobrado atualmente na Linha Amarela.

Primeira via expressa que incorpora o sistema BRT (do nome em inglês ‘Bus Rapid Transit’), ou Transporte Rápido por Ônibus, a Transolímpica foi inaugurada pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, no dia 9 de julho passado, e ficará como legado dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 para a mobilidade da população carioca. As obras começaram em 2012 e envolveram R$ 2,2 bilhões.

Com 26 quilômetros de extensão entre Deodoro e o Recreio dos Bandeirantes, a Transolímpica tem capacidade para receber 55 mil veículos por dia.

O serviço de BRT no corredor Transolímpica foi iniciado no último dia 23, conforme anúncio feito na véspera (22) pelo secretário-executivo de Coordenação de Governo do município do Rio de Janeiro, Rafael Picciani, durante entrevista coletiva no Rio Media Center. Na ocasião, Picciani disse que com os dois corredores em funcionamento (Transolímpica e Lote Zero do BRT Transoeste, que vai do Jardim Oceânico até o Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca), o sistema BRT do Rio de Janeiro vai beneficiar em torno de 640 mil pessoas por dia


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook