Últimas

Vítima de estupro coletivo prestará novo depoimento

 Delegado quer esclarecer alguns pontos para concluir inquérito e pedir prisão de suspeitos

 

O delegado regional de Penedo, Guilherme Iusten, deverá chamar a adolescente que foi vítima de estupro coletivo para prestar novo depoimento ainda esta semana. A intenção é esclarecer alguns pontos antes da conclusão do inquérito, que deve ser finalizado com a pronúncia e o pedido de prisão preventiva dos cinco acusados do crime.

Iusten declarou que não foi informado sobre a tentativa de parentes de um dos presos para que a vítima fosse até a polícia dizer que o jovem não estaria no local no momento em que o crime aconteceu. O pai da vítima, em entrevista à Gazeta no último dia 20, afirmou que, no mesmo dia da operação em que quatro acusados do crime foram presos, o tio de um deles procurou a adolescente para pedir que ela retirasse a queixa contra o sobrinho.

"Não tenho conhecimento desse fato, mas, mesmo que a vítima quisesse retirar a queixa, isso não seria possível, por se tratar de um crime hediondo”, explicou Iusten. “Quando a adolescente veio à delegacia junto com a mãe, ela apenas noticiou o crime. A Polícia Civil tem obrigação de investigar, mesmo que não receba denúncia".

O delegado aguarda também laudos do Instituto de Criminalística para concluir o inquérito. Segundo ele, foi feita uma perícia na residência onde a vítima foi estuprada e foi encontrado um lençol sujo de sangue. Guilherme Iusten afirma que aguarda o laudo dos peritos que estiveram no local do crime e do exame de DNA do sangue colhido no lençol.

Além disso, continuam sendo efetuadas buscas para tentar localizar o proprietário da residência onde o estupro coletivo aconteceu. O homem, que não teve a identidade revelada, é o quinto envolvido no crime, e está na condição de foragido da Justiça. Logo após a operação que prendeu os outros quatro, Ricardo Diego Pereira, 29; Kleberson Campos, 36; Gilberto Nunes de Oliveira, 29; e Isac Barbosa Ribeiro, 36, o delegado tentou argumentar junto a familiares a apresentação do foragido, mas as negociações não prosperaram.

 

Gazeta de Alagoas

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook