Últimas
estupro-guarulhos

Adolescentes estupradas após rapto na Garça Torta prestam depoimento

Vítimas de 16 e 17 anos foram rendidas na rodovia AL-101 Norte. Caso está sendo investigado pela Delegacia da Criança e do Adolescente

 

As duas adolescentes de 16 e 17 anos que foram raptadas na Garça Torta, em Maceió, e estupradas prestaram depoimento na manhã desta quinta-feira (29). O caso está sendo investigado pela Delegacia da Criança e do Adolescente.

A polícia informou que as adolescentes deram detalhes da violência e contaram que o agressor estava armado no momento que as rendeu. Os detalhes do depoimento não foram passados para não atrapalhar as investigações.

A delegada Adriana Gusmão informou ao G1 que mostrou o retrato falado de um suspeito de um caso de estupro recente, mas as adolescentes não o reconheceram. "Vai ser feito um retrato falado desse caso das adolescentes, e ele deve ser divulgado nos próximos dias. Estamos fazendo diligências, mas não podemos passar mais informações no momento".

As adolescentes desapareceram na noite de quarta-feira (28) e moradores chegaram a fazer um protesto na AL-101 Norte. A rodovia só foi liberada quando as jovens foram encontradas, no bairro de Riacho Doce.

As duas denunciaram que foram vítimas de um estupro. Elas foram encaminhadas ao Hospital Geral do Estado (HGE) onde foi feito o exame de corpo de delito e depois levadas para a Maternidade Santa Mônica. O exame confirmou que houve o abuso.

À TV Gazeta, as vítimas disseram que iam para a escola quando um carro parou, um homem desceu com uma arma e as obrigaram a entrar no veículo. Elas disseram que foram estupradas dentro e fora do carro e que depois de sofrerem o abuso, o suspeito disse que as levaria para a casa.

 

 

G1

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook