Aliados negam que Maia foi pressionado a suspender sessão

Rodrigo Maia teria sido pressionado a suspender a sess
Rodrigo Maia teria sido pressionado a suspender a sesso. Foto: Fbio Rodrigues Pozzebom/Agncia Brasil

Aliados do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disseram que um dos motivos para a suspensão da sessão de cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi simplesmente para aguardar o quorum de 400 parlamentares e reduzir o clima de beligerância dos parlamentares que votarão pela cassação do peemedebista.

“Tem aí um clima de beligerância, seria um balaio de discursos e hostilidades, era preciso baixar a temperatura”, disse o líder do PSDB, Antonio Imbassahy (BA).

O outro líder que saiu em defesa de Rodrigo Maia foi Pauderney Avelino (DEM-AM), que negou que houvesse pressão ou ameaça a Maia para que ele cancelasse a sessão. Esse não é um julgamento normal. Rodrigo teme que recaia sobre seu colo a responsabilidade se não houver quorum”, justificou.

A sessão foi reaberta por volta das 20h.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook