Últimas

Após alta, suspeito de atropelar seis pessoas em Mata Grande fica preso

Ele foi ouvido e está na delegacia de Delmiro Gouveia, no Sertão alagoano. Em depoimento, Plínio Barbosa, 44, alegou que estava sob efeito de álcool.

 

O suspeito de atropelar seis pessoas durante uma caminhada política na cidade de Mata Grande na quarta (7), está preso desde a noite da quinta-feira (8) na Delegacia Regional de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas.

Policiais da delegacia informaram que Plínio Barbosa, 44, foi ouvido após receber alta médica da Unidade de Emergência do Agreste, localizada em Arapiraca. Ele está preso por tentativa de homicídio. Não há previsão para ele ser transferido para o presídio.

Segundo os agentes, Barbosa disse em depoimento que estava sob o efeito de álcool e, por isso, reagiu aos xingamentos da população. Ele apoia um 

Barbosa teria acelerado o carro em direção as pessoas que estavam reunidas para sair em caminhada pelo político. A população ficou revoltada, seguiu o carro e espancou o motorista. As seis pessoas feridas e o motorista foram levados para o hospital.

Cinco pessoas sofreram escoriações leves, ficaram em observação e foram liberadas em seguida. Uma das vítimas foi transferida para o Hospital Regional de Santana do Ipanema, onde também já teve alta.

De acordo com a polícia, Barbosa e as vítimas que sofreram o atropelamento serão submetidas a exame de corpo de delito.

As pessoas que cometeram a agressão contra Plínio Barbosa já estão sendo ouvidas e serão indiciadas por tentativa de homicídio.

 

G1

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook