Aryane Steinkopf sobre boa forma após gravidez: 'Não é prioridade'

Aryane Steinkopf e Beto Malfacini (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)Aryane Steinkopf e Beto Malfacini (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)

Aryane Steinkopf conta com serenidade que a previsão para o nascimento de Aarão, seu primeiro filho com o modelo Beto Malfacini, está entre 23 de setembro e 11 de outubro. Contrariando a maioria das mães, com nove meses de gestação ela rejeita qualquer sintoma de ansiedade sobre a chegada do bebê. “Dizem que agora pode nascer a qualquer momento, eu falo que não está chegando nada! Estou com 36 semanas de gestação. Para com essa agonia… Estão malucos? As pessoas acabam me dando injeções de ansiedade, mas eu quero que nasça na hora certa”, afirma.

VEJA O ENSAIO COMPLETO COM ARYANE STEINKOPF E BETO MALFACINI

Parto normal: “Quero sentir essa dor”
Orgulhosa do barrigão e das curvas que ganhou com a gravidez, Aryane posou para o EGO junto com Beto ostentando medidas consideradas ideais para uma grávida. Ela engordou um quilo por mês, o tamanho do sutiã aumentou em apenas um número e o quadril passou de 103 para apenas 110 cm. Com tudo correndo como o esperado, a modelo e nutricionista assume que o parto normal é um sonho, mas quer evitar criar expectativas. “Tem toda uma questão psicológica por trás. Se você for para a maternidade cedo demais, isso interfere, por exemplo. Também é importante contratar uma equipe que é a favor do parto normal, que foi o que eu fiz. Você precisa ver que o médico está mesmo disposto. Mas se depois de várias tentativas não ocorrer o parto normal, aí partimos para a cesárea. Tem quem diga que sou louca, mas eu quero sentir essa dor, quero saber como é”, diz.

Aryane Steinkopf e Beto Malfacini (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)Aryane Steinkopf e Beto Malfacini
(Foto: Marcos Serra Lima / EGO)

Apesar de bem resolvida, Aryane admite que também passou pelas mesmas inseguranças que a maioria das grávidas nessa fase. “Dá um medo que é normal. Penso se vou sentir muita dor, se o bebê tiver 4kg se não vai ser muito difícil para sair, mil coisas… O Beto nasceu com 5 kg, imagina? Mas tenho uma amiga que é doula e me dá vários conselhos. Com o tempo entendi que dar tudo certo é questão de informação. Tem muitas pessoas ao seu redor que só falam bobagem”, afirma.

Desejos: “Coxinha, macarrão instantâneo, pizza”
E foi durante a gravidez que a modelo descobriu uma paixão. Utilizando os conhecimentos de nutricionista e passando bem por cada fase, ela decidiu fazer uma pós-gradução em nutrição materno infantil. Tudo que aprendeu será dividido com o público em um site que será lançado dentro de duas semanas. “No segundo trimestre você fica com uma indisposição grande porque ficou sem fazer quase nada de atividade, ai dá uma preguiça, você tem muita fome e vontade de comer doce… Mas eu soube lidar com tudo isso muito bem. Fui minha própria cobaia. Experimentei fazer substituições, fui testando e vendo que se comesse tal coisa no lugar de outra, a fome diminuía. Foram várias pequenas coisas que foram dando certo. Aí pensei: ‘Tenho que passar isso adiante para as outras pessoas’”.

Entre as mudanças mais radicais que sentiu desde o início da gestação, Aryane cita os famosos desejos de grávida. “Eu sempre tive uma alimentação muito saudável e regrada. Mas me deu vontade de comer tudo que eu não comia antes, igual a todo mundo: coxinha, macarrão instantâneo, pizza, frituras em geral… No primeiro trimestre eu ainda não tinha começado a pós e estava nessa. Só pensava: ‘Meu Deus, isso tem que acabar’. Depois da pós passei a entender melhor a questão da fome, aprendi o que podia fazer para melhorar a azia e fui começando a fazer esse plano alimentar para mim. A partir daí tudo foi mudando”, diz ela, que viu a disposição aumentar e retomou as atividades físicas.

Sobrou para o Beto: “Dei uma engordadinha”
Quem ficou chocado com o “surto alimentar” foi o marido de Aryane. Beto conta que na tentativa de satisfazer as vontades da mamãe de primeira viagem chegou até a ganhar uns quilinhos extras: “Eu dei uma engordadinha de leve porque ela queria sair e comer essas coisas, aí eu levava. Eu fiquei impressionado. Nunca pensei que ia ver a Aryane querendo comer salgadinho, mas teve dias em que ela comia duas coxinhas seguidas, queria pastel, essas frituras todas. Eu adoro, mas trabalho com meu corpo e falava para ela que isso não ia dar certo, que eu tinha que pagar as contas no fim do mês (risos). Foi muito engraçado.”

Aryane Steinkopf e Beto Malfacini (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)Aryane Steinkopf e Beto Malfacini
(Foto: Marcos Serra Lima / EGO)

Em pouco tempo a “conta” dos maus-hábitos, mesmo que temporários, chegou para Aryane. “Apareceu um monte de celulite na minha perna e na bunda, tive flacidez, foi muito rápido, porque a gente fica com muito hormônio feminino por causa da gestação. Fiquei com mais retenção de líquido do que tenho hoje, que estou na reta final da gravidez. Agora que voltei à alimentação normal já sumiu tudo, mas estouraram uns vasinhos no bumbum que não tiveram jeito”, confessa.

Se no início da gravidez Aryane deixou a academia de lado, depois ela encontrou a melhor forma de se manter ativa. “Decidi comprar acessórios para malhar em casa. Percebi que dava a maior diferença porque eu já malhava há muitos anos e tinha uma memória muscular boa. Comecei a fazer um tipo de exercício funcional, com carga mais baixa, fazendo inclusive agachamento. Faço tudo que não incomoda a barriga. Até hoje faço agachamento até o chão e me sinto muito bem. Tenho bicicleta em casa e quando dá faço um aeróbio, meia horinha, só para melhorar a circulação”, conta ela, que repete os exercícios funcionais três vezes por semana. Sobre os nove quilos que ganhou até o momento, afirma: “Não tem necessidade de ganhar mais”.

Vida sexual na reta final: “Desacelerada”
Sem queixas quanto ao sono e as atividades do dia a dia – “subo e desço escada numa boa, durmo muito bem” – Aryane sabe que é uma grávida atípica e diz ainda que se sente linda. “As pessoas vão achar que sou maluca, mas estou falando sério. É superpossível você estar grávida e se sentir bem, com autoestima lá em cima. Estar indisposta grávida te afunda, dá depressão, e isso faz você só descontar em comida e não querer fazer nada”, afirma.

É superpossível você estar
grávida e se sentir bem, com autoestima lá em cima.”

Aryane

Aryane comemora, inclusive, ter mantido o ritmo da vida sexual com o marido, mas admite que na reta final está dando uma desacelerada. “Quando você vai fazendo tudo certinho, tudo caminha para ser saudável em todos os aspectos: na sua saúde física, mental, com o marido, com seu próprio corpo… Isso só te dá consequências boas. Mas agora que a cabeça do bebê já está quase encaixada, que ele já está virado, dá um peso maior aqui embaixo (aponta para o ventre). É fisiológico, a criança está quase para nascer e o que muda na parte sexual é isso. Esse peso gera um desconforto, então como não é muito confortável dá uma desacelerada na vida íntima”, explica.

Aryane Steinkopf e Beto Malfacini (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)Aryane Steinkopf e Beto Malfacini
(Foto: Marcos Serra Lima / EGO)

Corpo: “Não me sinto gorda, me sinto feliz”
A nutricionista garante que não está preocupada em recuperar rapidamente as curvas que tinha antes da gestação. “Me cuidei a gestação inteira, então vai ser uma coisa natural, eu nem preciso me preocupar. Eu engordei só o essencial, então vou ter um peso saudável. Não tenho essa vaidade de ter que aparecer magérrima. A amamentação por si só já emagrece e vou continuar com a alimentação equilibrada, mas não existe isso de fazer dieta amamentando, é loucura”, diz.

Na contramão da maioria das gestantes, que fica complexada com o ganho de peso, Aryane criticou a pressa para emagrecer depois do parto. “Não me sinto gorda, me sinto feliz. Estou me amando, me sentindo maravilhosa. A criança nasceu e você vai emagrecer rápido se comer bem. Vai fluir. É muito mais inteligente do que se largar a gestação inteira e aí querer compensar em um mês, na hora que a criança mais precisa de você. A criança nasceu e agora você vai querer fazer tudo que não fez antes?”, pondera.

Beto sobre Aryane: “Ela ficou mesmo mais linda”
Após o nascimento do bebê, a família de Aryane virá do Espírito Santo para ajudá-la no primeiro mês e Beto vai dar uma pausa de 40 dias na agenda profissional para acompanhar mãe e filho. Emotivo, o modelo, que pretende assistir ao parto, diz que tem certeza que vai se acabar de chorar e se desmancha em elogios a mulher: “Ela ficou mesmo mais linda. Para quem sempre sonhou em casar, ter filho, é como se fosse uma mágica ter isso tudo. Fico feliz porque pudemos viver tudo no tempo certo: namoramos, casamos, construímos nossa casa e agora vamos ter nosso filho. Isso dá uma paz muito grande que acho que acaba sendo transmitida para o exterior. Talvez seja isso que deixe ela tão serena e bonita”.

Beto diz que a “ficha caiu” de que seria mesmo pai no dia em que descobriu o sexo do bebê na ultrassonografia e que ainda se surpreende com o dia a dia da gestação de Aryane. “É muito legal sentir o bebê mexendo ou vê-lo passando o pé e aparecendo na barriga. É até meio chocante”, diz ele, impressionado. Bem-humorada, a nutricionista bota pilha e arranca um riso nervoso do marido: “Ele quem vai tirar o Aarão aqui de dentro”.

Dica da Aryane
Água superdiurética
Ingredientes:
1 limão grande cortado em rodelas
1 punhado de hortelã fresco
1 litro de água
Modo de fazer:
Não espremer o limão. Apenas adicioná-lo a água junto com o hortelã e beber ao longo do dia. Aryane aconselha o consumo de 2 a 3 litros de água por dia.

Aryane Steinkopf e Beto Malfacini (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)Aryane Steinkopf e Beto Malfacini (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook