Últimas
biro

Áudio confirma que morte de candidato a vereador não teve motivação política

Polícia apresentou mandante da morte de David Leonardo e deu detalhes do crime

 

 

Durante coletiva na manhã desta sexta-feira (23) a cúpula da Segurança Pública apresentou detalhes da morte do candidato a vereador por Teotonio Vilela David Leandro e também o autor intelectual do crime, Amaro José da Silva Júnior, conhecido como “Biro Biro”. Na conversa que ele teve com o menor que efetuou os disparos, eles deixam claro que a intenção era dar a entender que a morte teve motivação política.

Junto com o delegado Guilherme Iusten, que conduziu as investigações, o secretário de segurança pública, coronel Paulo Domingos Lima Júnior falou da prisão dos envolvidos e da importância do áudio para esclarecer o fato, que deixou claro que o crime tinha como motivação o tráfico de drogas e não se configurava como crime eleitoral.

No áudio disponibilizado pela Secretaria de Segurança Pública, Biro Biro conversa por telefone com o menor que realizou os disparos. No áudio é possível ouvir detalhes de como David Leandro foi executado e que a intenção dos autores era deixar parecer que a execução ocorreu por motivação política

Veja um trecho da conversa:

-Tu viu o pai dele dando entrevista?

– Vi, assisti! Eu ainda assisti uma entrevista do delegado da Deic que vai investigar o caso, num sei o quê, que era negócio de política… É política mesmo…

– É que aí pega aqueles político…

-É! Por isso que o cara tem que ficar só nas armanhas, pô!

A investigação

Segundo informações do delegado na última terça-feira (20), o crime ocorreu em razão de um acerto de contas por envolvimento da vítima com o tráfico de drogas na região. Iusten informou ainda que o último acusado de participação no crime foi preso.

“A vítima tinha dívidas com os traficantes que resolveram usar a vida de David Silva como pagamento”, esclareceu o delegado.

O delegado explicou que o tráfico tinha como líder um homem identificado como “Pardal” e após a sua morte, outro traficante conhecido como “Biro Biro” assumiu o lugar e cobrou o pagamento das drogas.

David Silva Leandro, de 29 anos, foi assassinado a tiros no dia 22 de agosto, no Conjunto Parque do Futuro III, próximo ao Centro de Teotônio Vilela.

Logo após o homicídio, a polícia conseguiu prender Amaro José da Silva Junior, conhecido como “Biro Biro”, 19 anos, mandante do crime.

 

Cadaminuto

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook