Últimas

Brasileirão pode contar com G5 para Libertadores, e Copa do Brasil mais curta

Em entrevista coletiva, o diretor de competições da entidade falou sobre como as mudanças na competição continental podem afetar o futebol brasileiro

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quinta-feira (29) que a Copa do Brasil será mais curta por causa das mudanças na estrutura da Libertadores da América e Copa Sul-Americana de 2017.

Diretor de competições da entidade, Manoel Flores afirmou em entrevista coletiva nesta quinta-feira (29) que a competição eliminatória nacional manterá o mesmo número de datas do formato atual, mas será realizada em menos semanas. As datas, no entanto, não foram divulgadas.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Entenda as mudanças na Libertadores | Libertadores: 10 mudanças de regras | Exclusivo: Pratto quer Europa


“Ainda estamos vendo, estudando. Vamos mexer o mínimo possível para o calendário de 2017. Manter as premissas do comitê de reformas sobre o calendário: férias, pré-temporada, eliminatórias”, disse o dirigente.

Outro tema abordado foi a possibilidade de os cinco primeiros colocados do Campeonato Brasileiro conseguirem classificação para a Copa Libertadores, que terá mais participantes. Atualmente, os quatro clubes mais bem colocados conseguem a vaga na competição através da Série A. O “G5” depende apenas de uma confirmação na reunião do Comitê Executivo da Conmebol e será realizada no domingo (2).

Uma outra mudança que pode acontecer é a respeito da participação simultânea de clubes brasileiros na Copa do Brasil e Sul-Americana. Atualmente, o formato das competições não permite uma equipe de disputar os dois troféus. Mas, depois de muita reclamação dos clubes, isso vai mudar: “Isso deixa de existir”, garantiu.

Manoel Flores também deixou caro que a CBF esteve envolvida em todo o processo de decisão das mudanças na Libertadores e acredita que as alterações serão benéficas, tanto no ponto de vista técnico quanto financeiro.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook