Últimas

Campanha de multivacinação para crianças e adolescentes começa na próxima segunda-feira

Foto: Renan Viana/ASCOM UEPA
Foto: Renan Viana/ASCOM UEPA

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, lançou nesta terça-feira, em Brasília, a Campanha Nacional de Multivacinação 2016. Os pais ou responsáveis devem levar seus filhos para atualizar o cartão de vacinação. Este ano, a ação será voltada para menores de cinco anos, para crianças de nove anos e adolescentes de 10 a 15 anos incompletos. O Ministério da Saúde enviou 19,2 milhões de doses extras de 14 vacinas para os postos de saúde de todo o país. A campanha começa na próxima segunda-feira, dia 19, e vai até o dia 30. O “Dia D” será no dia 24, um sábado.

“Neste ano, estamos incluindo os adolescentes porque esse grupo prioritário é um dos que apresenta uma maior resistência a se vacinar. Além disso, muitos pais acreditam que não há necessidade de imunizar os filhos nesta faixa etária”, explica o ministro em nota. Segundo Barros, a campanha ajudará a atualizar 14 vacinas nesses públicos. “Isso servirá para reduzir o número de não vacinados e aumentar a cobertura vacinal nas crianças e adolescentes”, sublinha.

A coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunização (PNI), Ana Goretti  Maranhão, lembra que o lançamento dessa campanha marca os 43 anos do PNI. “Em todos esses 43 anos de programa, temos uma história de sucesso: erradicamos a poliomielite e temos, ao longo dos anos, reduzido drasticamente uma série de doenças, além de manter as coberturas altas na maioria das oferecidas”, afirma em comunicado.

Ao todo, foram enviadas aos Estados 26,8 milhões de doses, que servem tanto para a vacinação de rotina, no mês de setembro (7,6 milhões), quanto para doses extras destinadas à campanha (19,2 milhões). Serão cerca de 36 mil postos fixos de vacinação e 350 mil profissionais de saúde envolvidos nos 12 dias de mobilização.

O Ministério espera reduzir as doenças imunopreveníveis no país e diminuir o abandono à vacinação. Como a vacinação será de forma seletiva para a população alvo, não há meta a ser alcançada.

A campanha, cujo slogan é “Todo mundo unido fica mais protegido”, será veiculada na televisão, rádio e internet, com vídeos, banners, cartazes e jingles.

Confira as doses extras enviadas aos estados para a campanha de multivacinação:

Foto: Reprodu
Foto: Reproduo/Agncia Sade

Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook