Últimas

Champions League é a terapia de Cristiano Ronaldo

Craque ainda não mostrou seu bom futebol na temporada e agora usa a sua competição favorita para voltar a brilhar com a camisa do Real Madrid

Três títulos, maior goleador da UCL e cinco vezes artilheiro da La Liga. Cristiano Ronaldo. O homem que cresce quando toca o hino mais famoso do futebol mundial. O insaciável atacante necessita da Champions League para recuperar o seu futebol com a camisa do Real Madrid.

Nesta terça-feira (27), o rival será o Borussia Dortmund, pela segunda rodada da fase de grupos, ao lado das inevitáveis memórias das batalhas já disputadas, nem sempre positivas, contra os rivais alemães, onde conseguiu marcar sete gols em oito jogos da competição.

A partida chega após a ‘confusão’ que Cristiano Ronaldo provocou ao ser substituído na partida contra o Las Palmas. Seu rosto invocado, seus gestos e suas palavras dirigidas ao treinador…

Zinedine Zidane foi claro no seu discurso para tentar desfazer a discórida. “Temos um jogo na terça-feira e achei que era hora de tirá-lo para preservá-lo. Ele sempre quer jogar, mas eu tenho que pensar no jogador. Precisei descansá-lo para o jogo contra o Borussia”, minimizou o treinador.

Mas isso é passado. E no presente, que é a Champions League, pensa no homem que ganhou o título em 2008, sendo um grande líder do Manchester United, além de 2014 e 2016 com a camisa do Real Madrid. Na competição, marcou 94 gols em 95 jogos disputados, superando a marca de Lionel Messi (86) e Raul Gonzalez (71). Agora, a meta é atingir o centésimo gol.

Um início abaixo do esperado

Apesar do grande feito do jogador no passado, nesta temporada ele está muito abaixo do esperado. Marcou apenas dois gols em quatro jogos (Osasuna, pela La Liga, e Sporting, pela UCL). 



GOAL VEJA TAMBÉM: GOAL
Griezmann persegue CR7 e Messi  | Messi pode se recuperar tranquilo  | “Gabriel precisa de tempo na Inter”


Na último ano foi até discutido se o craque perdeu o “estímulo”, uma vez que ficou dez jogos sem marcar nos primeiros 16 da temporada. No entanto, Ronaldo recuperou e chegou aos 50 gols pela sexta temporada consecutiva. Ele foi idela no título da Champions League e afastou qualquer dúvida sobre o seu desempenho. Nesta terça, contra o Borussia, ele tem outra chance de voltar ao seu melhor futebol na UCL.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook