Últimas

Clima na Família Montagner pelo Sul do Brasil é de 'emoção e tristeza'

Segundo encontro da Família Montagner no Rio Grande do Sul, em 2016 (Foto: Reprodução / Facebook)Segundo encontro da Família Montagner no Rio Grande do Sul, em 2016 (Foto: Reprodução / Facebook)

A morte do ator Domingos Montagner causou comoção entre os membros da ‘Família Montagner’ que moram no Sul do Brasil. No Facebook, um grupo com mais de mil membros reúne diversos parentes com o sobrenome do artista. Um deles, Jorge Eduardo Montagner, de 25 anos, contou ao EGO que o clima entre eles é de total emoção e tristeza: “Estamos todos em luto, pois além de termos o mesmo sobrenome, ele levou nosso sobrenome para a televisão“.

Montagner, o Santo de “Velho Chico“, morreu nesta quinta-feira, 15, após desaparecer no Rio São Francisco. Ele tinha viajado para o Nordeste para gravar cenas da novela, foi tomar um banho de rio e, depois do mergulho, não voltou à superfície. O artista estava junto com a atriz Camila Pitanga, que pediu socorro após o colega ser levado pela correnteza. Deixa três filhos e mulher.

Jorge Eduardo Montagner (Foto: Reprodução / Facebook)Jorge Eduardo Montagner
(Foto: Reprodução / Facebook)

Jorge Eduardo falou ainda sobre a história da família, que teve origem na Itália, e chegou a virar livro: “Origens: A busca pela origem e descendêcia”. “Dois irmãos ‘Montagner’, Francesco e Giovane, vieram em 1886 de Vêneto, na Itália, para o Sul do Brasil, segundo pesquisa feita sobre as nossas origens. Somos todos parentes, só que a família de Domingos ficou para o lado de São Paulo e Bahia. Sou da 5ª geração”, explicou. 

Com o intuito de reunir os membros da família, Jorge resolveu criar um encontro com os parentes na cidade Faxinal do Soturno, no Rio Grande Sul, local onde, segundo ele, se estabeleceram os primeiros Montagner’s que vieram para o Brasil. A primeira reunião aconteceu em 27 de julho de 2014 e contou com mais de 890 pessoas. O segundo, em julho deste ano, teve 760. “Cheguei a convidar o Domingo nas duas vezes. Mandei e-mail e ele, simpático, respondeu que não poderia pois estava gravando nas duas ocasiões.O trabalho não permitiu”. Ele ainda lamenta não ter salvo os e-mails do ator: “Troquei meu e-mail e até agora me arrependo de não ter salvo”. Jorge ressaltou, ainda, o clima entre os parentes: “Todos da Família Montagner estão de luto. Muita emoção e tristeza entre a gente”.

Domingos Montagner (Foto: Globo/ Tata Barreto)Domingos Montagner morreu na última quinta-feira, 15 (Foto: Globo/ Tata Barreto)
Primeiro encontro da Família Montagner no Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução / Facebook)Primeiro encontro da Família Montagner no Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução / Facebook)
Clima entre familiares é de tristeza e emoção (Foto: Reprodução / Facebook)Clima entre familiares é de tristeza e emoção (Foto: Reprodução / Facebook)
Clima entre familiares é de tristeza e emoção (Foto: Reprodução / Facebook)Clima entre familiares é de tristeza e emoção (Foto: Reprodução / Facebook)
Clima entre familiares é de tristeza e emoção (Foto: Reprodução / Facebook)Clima entre familiares é de tristeza e emoção (Foto: Reprodução / Facebook)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook