Últimas

Colombianos dizem que não gostam das provocações de Neymar

Sebastián Pérez e Jeison Murillo avisaram que não vão permitir nenhum tipo de abuso na partida contra o Brasil

Os últimos três confrontos entre Brasil e Colômbia ficaram marcados por excesso de ‘força’ entre as equipes, o que esquenta o clima para o jogo desta terça-feira (6), que será disputado em Manaus, na Arena Amazônia, às 21h45 (horário de Brasília), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Faltando dois dias para a partida, os colombianos já avisaram que não vão aceitar provocações de Neymar, um dos protagonistas dos lances polêmicos nos últimos confrontos entre as seleções.

“Todo mundo sabe o potencial de Neymar no mundo do futebol e da sua maneira de ser, mas essas coisas acontecem no campo. Temos que mostrar uma boa imagem no exterior e limitar ao nosso jogo, mas às vezes isso é impossível”, comentou o defensor Jeison Murillo.

 Getty Images


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Ganso treina separado no Sevilla | Timão quer novo treinador | Ibra revela contato com City e Arsenal


“Nós sabemos que Neymar é um dos melhores no mundo, mas eu também acho que no final sempre temos problemas por ele querer manter muito a bola. Nós saímos para jogar e nos defender, se necessário. Temos jogadores fortes, que entram na bola, e que às vezes podem causar algum dano, mas sempre saímos para jogar”, explicou Sebastián Pérez.

Na Copa do Mundo de 2014, no confronto entre Brasil e Colômbia, o craque do Barcelona se lesionou após falta forte de Zuñiga e perdeu o restante da competição. No jogo seguinte entre as seleções, pela Copa América de 2015, Neymar discutiu com os rivais e foi expulso. No último confronto, pelas Olimpíadas, os jogadores abusaram de jogadas violentas e o clima esquentou.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook