Últimas

Com retorno iminente de Jefferson, Sidão cava a sua renovação com o Botafogo

Goleiro garantiu segurança ao time carioca nos meses em que o capitão esteve lesionado e seus números credenciam sua permanência no clube

“Ele está voltando.” Poderia ser o slogan de alguma igreja protestante, mas é apenas a expectativa vivida pelos botafoguense em relação à Jefferson. Inclusive, a frase foi usada pelo próprio Botafogo para acompanhar um vídeo divulgado nas redes sociais do clube em que o goleiro treinava com bola no campo de General Severiano. Mas apesar dos quatro meses sem seu capitão, a situação do time alvinegro não é tão ruim como muitos apostavam, e isso se deve a Sidão.  



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Jefferson se prepara para voltar | Libertadores vai mudar em 2017 | Botafogo no G-4 do returno


Quando Jefferson sofreu a grave lesão no braço, em maio, o ex-jogador do Audax sequer tinha contrato com o Botafogo. A equipe ainda não tinha estreado no Brasileirão, mas o clube garantiu que Helton Leite seria um substituto adequado enquanto seu goleiro titular estivesse fora. Bastaram duas rodadas com falhas no gol para que a diretoria fosse atrás do veterano de 33 anos, destaque no Paulistão.  

Assim que chegou, Sidão usou um discurso humilde, colocando Helton Leite como titular, mas não tardou a assumir a posição, ainda sob o comando de Ricardo Gomes. Desde então, foram 21 jogos no Campeonato Brasileiro e 25 gols sofridos, o 10º goleiro menos vazado da competição. Além disso, é o 8º goleiro com mais partidas sem sofrer nenhum gol (7).  

Sem dúvidas, esses números foram essenciais para a recuperação do Botafogo na tabela do Brasileirão. Se no início da disputa o time era candidato ao rebaixamento, ainda mais sem ter seu melhor jogador no gol, Sidão foi capaz se sustentar a posição de goleiro sem entregar o ouro aos rivais com facilidade.  

É claro que com o retorno de Jefferson ameaça a posição do atual titular. Afinal, antes de se machucar, Jefferson era o capitão do time e reconhecidamente um dos melhores goleiros brasileiros em atividade no mundo. Mas mesmo com essa sombra prestes a retornar ao time, Sidão quer continuar no Botafogo, onde está emprestado pelo Audax até o fim do ano.  

“O (Antonio) Lopes me chamou dizendo que há o interesse do Botafogo em me manter. Eu também tenho. Estamos conversando com o Audax para a gente finalizar essa negociação. Para dar sequencia na carreira, seria bom continuar jogando. Mas a prioridade é do Botafogo. Foi o único clube grande que apostou em mim. Então quero ficar”, disse o paulistano, que é fã declarado de Jefferson. 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook