Conheça João Victor, cantor sertanejo indicado ao Grammy Latino 2016

Assim que saiu a lista do Grammy Latino 2016, na terça-feira, 20, um nome chamou a atenção na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja. Junto aos já conhecidos Paula Fernandes, Leonardo, Lucas Lucco e Michel Teló, aparecia também João Victor com o disco “Sóis”.

Aos 19 anos e cantando desde os 6, João Victor não escondeu sua emoção com a indicação. “Foi um choque, mas um choque tão gostoso… Estava em casa quando presidente da gravadora (Universal Music) me ligou e me mandou no WhatsApp a lista. Eu, com 19 anos, meu primeiro trabalho lançado numa gravadora e já sendo tão reconhecido? Foi maravilhoso. Já me sinto campeão, vitorioso”, afirmou ele em entrevista ao EGO.

Nascido em Sorocaba, interior de São Paulo, ele também falou sobre a mudança que a indicação já fez em sua carreira. “Muita gente que não conhecia, principalmente do meio da música, vai ver. Falam: ‘Que estanho, vamos dar uma olhada!’. O pessoal fica curioso para saber quem é, como é, ouve o CD. A cada dia que passa, mais pessoas vão conhecer meu trabalho por conta disso”, comemorou João Victor.

Embora não esteja de olho na quantidade de apresentações que estão pela frente pois está viajando, o cantor já recebeu um ótimo recado de seu escritório. “Eles comentaram que a agenda de novembro já está ficando boa”, festejou ele, que vinha fazendo, em média, dez shows por mês.

Entre os indicados na lista do Grammy Latino de sua categoria, João cita Leonardo como ídolo. “Sou fã de todos (os indicados), ouço todos. Mas desde quanto comecei a cantar, deles, só tinha o Leonardo na parada. Então ele sempre foi para mim um grande ídolo. O Grammy não é uma disputa para mim. Poder estar do lado dele, é sensacional”, comemorou ele, que deve marcar presença no evento, que acontece no dia 17 de novembro, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Além de Leonardo, João Victor cita como grandes ídolos os irmãos Zezé Di Camargo e Luciano. Dupla que, aliás, participou do álbum do cantor, assim como Jorge e Mateus. “Tenho muitos ídolos, mas Zezé e Luciano, sempre me fizeram sentir aquele negocinho a mais (risos)”, afirmou ele.

“Soís” foi gravado em junho de 2015 e lançado um ano depois. “Já estava morrendo de ansiedade, mas tudo acontece na hora certa.”

João Victor (Foto: Fábio Nunes/Divulgação)João Victor (Foto: Fábio Nunes/Divulgação)
João Victor, quando começou a cantar, ainda criança (Foto: Reprodução/Instagram)João Victor, quando começou a cantar, ainda criança (Foto: Reprodução/Instagram)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook