Últimas

Corpo de Peninha é velado no Rio

Enterro Peninha (Foto: EGO)Velório do músico Peninha (Foto: Priscila Bessa/EGO)

O velório de Paulo Humberto Pizziali, o Peninha – que morreu na segunda, 19, aos 66 anos –  acontece nesta quarta-feira, 21, no Memorial do Carmo, no Caju, na Zona Portuária da cidade. O corpo chegou de madrugada ao local e os primeiros amigos e familiares começaram a chegar pouco depois das 8h da manhã.

Amigo de Peninha há cerca de 40 anos, Jorge Soares Contesimi foi o primeiro a chegar ao velório e relembrou a relação com o músico. “Quando tinha 17 anos vim ao Rio para conhecer meu pai, que eu ainda não conhecia. Ele era percussionista e pediu ao Peninha para me buscar no aeroporto. A partir dalí Peninha se tornou um segundo pai para mim. Foi ele quem me ensinou a tocar. Pegava na minha mão e mostrava como fazia. Cuidou de mim. Foi ele quem arrumou meu primeiro trabalho e tocamos juntos. Foi uma pessoa megaimportante na minha vida. Eu ia encontrá-lo em novembro no meu aniversario de 58 anos e fazer uma homenagem para ele, mas não deu tempo. Não o via há cinco anos. Queria que ele visse tudo que conquistei e sentisse orgulho, mas lamentavelmente ele veio a falecer”, disse Jorge.

Cremação
Após o velório, às 13h, o corpo do percussionista será cremado no mesmo local. Segundo um dos quatro filhos de Peninha, Rafael Pizziali, foi o líder do Barão Vermelho, Frejat, quem cuidou de todos os detalhes do funeral. O grupo planeja ainda uma homenagem ao percussionista.

Rafael contou também que as cinzas do pai devem ser jogadas posteriormente na praia de Itaúna, em Saquarema, atendendo a vontade que o músico manifestou ao longo da vida. O percussionista do Barão Vermelho morreu aos 66 anos vítima de uma hemorragia digestiva. Ele estava internado no Hospital da Lagoa, na Zona Sul do Rio, desde o início de setembro.

Enterro Peninha (Foto: Priscilla Bessa/ EGO)Enterro Peninha (Foto: Priscilla Bessa/ EGO)

O músico deixa quatro filhos: Paulo, do casamento com a primeira mulher, Eliane Rebelo, Pedro e Rafael, do relacionamento com Ana Tereza Lima Soler, e Lucas, da relação com Andreia Couto.

Homenagem do filho
Rafael Pizziali fez uma homenagem após a morte do pai e trocou sua foto do perfil no Facebook por uma em que aparece segurando a mão de Peninha, ainda no hospital, com a legenda: “Te amo pai!”. O ex-baixista do Barão, Rodrigo Santos, também homenageou o amigo no Facebook. Ele postou uma foto de uma camisa do Flamengo com o nome de Peninha e escreveu: “Peninha , vai com Deus irmão… Vamos sentir muitas saudades. Muitas mesmo. Obrigado por ter me dado a honra de conviver com você e ter vivido muitas aventuras juntos durante 25 anos . Esse foi o meu presente de despedida . Um beijo carinhoso, Rod”

Post de Rodrigo Santos (Foto: Reprodução/Facebook)Post de Rodrigo Santos (Foto: Reprodução/Facebook)

A notícia da morte foi divulgada pela ex-mulher de Peninha, Ana Tereza Lima Soler, na mesma rede social. “Queridos amigos e familiares, é com pesar que venho comunicar que o pai dos meus filhos, Paulo Humberto Pizziali, mais conhecido como Peninha Percussão, faleceu agora no Hospital da Lagoa. Peço aos meus queridos amigos do Face e de toda a minha vida que orem por ele, cada um na sua fé. Os filhos dele estão muito abalados. Peço que orem por eles também. Obrigada, boa noite”, escreveu Ana Tereza. Peninha deixa quatro filhos: Paulo, Pedro, Rafael e Lucas.

Procurado pelo EGO, o cantor Frejat – que é um dos fundadores do Barão Vermelho – lamentou a perda do amigo. “Todos nós estamos muito tristes com o falecimento dele, estávamos juntos acompanhando o processo dele no hospital e torcendo pela sua melhora”, disse o cantor.

Peninha (de óculos escuros) com integrantes da banda Barão Vermelho (Foto: Divulgação)Peninha (de óculos escuros) com integrantes da banda Barão Vermelho (Foto: Divulgação)

 

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook