Últimas

Cristóvão explica substituições, analisa derrota e diz que Corinthians está em evolução

Treinador disse que não pediu para time recuar no segundo tempo da derrota por 2 a 1 para o Santos

O Corinthians dominou o primeiro tempo do clássico contra o Santos, saiu na frente com belo gol de Marlone e ainda teve chances de ampliar. Na volta do intervalo, porém, o time da casa cresceu e conseguiu virar o duelo válido pela 24º rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Cristóvão Borges precisou explicar as alterações muito contestadas pela torcida (Gustavo por Marquinhos Gabriel e depois Willians no lugar de Giovanni Augusto).

“Nós estávamos com a vantagem, seria natural que o Santos nos pressionaria. No segundo tempo tivemos dificuldade de segurar a bola no ataque, e isso facilitou a pressão que o Santos vinha fazendo. Minha tentativa foi para que o time segurasse a bola, e só conseguimos isso no final do jogo, quando o Santos já tinha virado”, afirmou.


(Foto: Ivan Storti/Santos FC/Divulgação)

“O Giovanni estava desgastado. Ele não pediu para sair nem nada, mas eu vi, porque a recomposição não era a mesma. Então coloquei o Willians para que a gente mantivesse a marcação que estava tendo”, completou.

O comandante ainda disse que havia pedido para o time manter a mesma postura do primeiro tempo nos últimos 45 minutos.

“A orientação era pra continuar do mesmo jeito. Jogamos o tempo inteiro marcando pressão, em cima, e fazer isso por 90 minutos é difícil. Para que nos continuássemos marcando bem, precisávamos ter mais posse de bola. A defesa não conseguia subir, e isso facilitou a vida do Santos. Eles estavam perdendo, era natural que eles procurassem fazer pressão”, declarou.

Por fim, Cristóvão Borges ressaltou que mesmo com a derrota o Corinthians segue evoluindo no Brasileirão. Com 40 pontos, o Timão segue na quarta colocação.

“Nós entendemos que a equipe melhorou em termos de atuação, isso vem acontecendo nas últimas partidas. Assim aconteceu hoje, principalmente no primeiro tempo, no segundo não. Nas últimas três partidas já foi diferente daquela que oscilava bastante. É necessário confirmação de resultados. Se seguirmos nesse caminho isso vai acontecer, porque a equipe está jogando bem”, concluiu.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Corintianos ainda confiam em título | Santos 2 x 1 Corinthians  | Os números da derrota do Timão



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook