De armador a lutador – Como Antonio Conte transformou Oscar

O brasileiro caiu em desgraça em Stamford Bridge na última temporada, mas tornou-se herói anônimo dos Blues com o novo técnico

À beira de deixar o Chelsea após a demissão de José Mourinho, a vida de Oscar mudou totalmente desde a chegada de Antonio Conte. O brasileiro mudou seu jogo e tem sido um dos melhores jogadores do italiano nos Blues.

Após uma temporada, onde o meia, acostumado a armar jogadas, se dispôs a jogar em uma variedade de posições, bem como marcar se preciso, Oscar se transformou em um guerreiro, ainda com a qualidade técnica de um camisa 10, mas aos 25 anos, Oscar está de volta ao seu melhor futebol.


(Foto: Getty Images)


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
A nova filosofia do United | Roger deixa o Grêmio | As curiosidades da UCL


Após seus primeiros quatro jogos, tem 13 desarmes, além das claras estatísticas de passe que sempre o acompanharam. Ele acertou 165 dos 197 passes realizados. Não é possível analisar o desempenho do meia por gols ou assistências, mas seu ritmo de trabalho tem sido fundamental para sua equipe.

Enquanto Oscar tem surgido como peça importante, Cesc Fàbregas tem perdido espaço, já que o espanhol não se adaptou tão bem aos novos métodos de Conte. Há ainda um ressentimento persistente de alguns torcedores, mas o brasileiro fará uma temporada fantástica, ao que tudo indica.

Os números de Oscar na Premier League 2016/17:


(Foto: Getty Images)

Na verdade, é justo dizer que a grande maioria da torcida do Chelsea não queria a permanência de Oscar, que esteve prestes a jogar na Juventus e recebeu também propostas de clubes da China. A nova faceta do seu jogo melhorou com o novo chefe. No esquema do italiano, Oscar tem mais liberdade para chegar ao ataque, com Willian caindo pelo lado direito de ataque.

O Chelsea tentou, durante toda a janela de transferências. assinar com o meio-campista Radja Nainggolan e após não conseguir, Conte tem tentado fazer de Oscar um “novo Naiggolan”. Os Blues ainda precisam se provar contra os melhores times do campeonato, como o Liverpool, adversário desta sexta-feira (16).


(Foto: Getty Images)

Oscar ainda é jovem e pode evoluir. Seu talento e até mesmo sua forma física podem fazer dele um dos pilares do time do Chelsea. Por agora, sua versatilidade e disposição são o que lhe permite traçar o seu próprio momento decisivo em sua carreira e se o Chelsea for um dos postulantes ao títulos, é certo que ele permanecerá absolutamente fundamental.

 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook