Últimas

Detran de São Paulo começa a usar câmeras em testes para novos motoristas

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo começou a utilizar câmeras, microfones e sensores de telemetria nas provas práticas de direção veicular para a categoria B (carros) na cidade de São Bernardo do Campo, na região do ABC Paulista. A medida é um projeto piloto que poderá ser estendido para todo o estado.

Os equipamentos instalados nos veículos em que são realizados os exames permitem o rastreamento do percurso e o comportamento do candidato durante o teste de direção.

Se houver divergência entre a avaliação do examinador e os registros coletados pelos equipamentos, o sistema envia o resultado para ser analisado por membros de uma banca examinadora, que terá três dias para dar um veredito.

Sensores
No novo sistema, candidato e examinador passam por identificação biométrica (leitura de digitais) no início e no fim do exame. Cinco câmeras registram o que acontece dentro e fora do veículo, enquanto gravadores de áudio registram o som no interior do carro.

Há sensores que identificam possíveis toques do carro na baliza, aceleração excessiva, uso das setas e do freio de mão, funcionamento do motor, velocidades média e máxima e tempo gasto em pontos específicos do teste.

Motos
No último dia 16, começaram a ser monitoradas também as provas práticas da categoria A (motos). Os exames são monitorados por meio de imagens de quatro câmeras externas fixadas em pontos do percurso, posicionadas de maneira que registrem todas as etapas do teste.

“O objetivo do novo sistema é tornar a aplicação do exame prático mais preciso e coibir possíveis irregularidades, como o pagamento para ser aprovado”, informou a diretora-vice-presidente do Detran de São Paulo, Neiva Aparecida Doretto. “O intuito é também aprimorar a formação dos condutores, o que é essencial para tornar o trânsito mais seguro”, acrescentou.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook