Últimas

Dupla "Vitamina" decide clássico na jogada aérea e destaca grande arma do Palmeiras

Vitor Hugo e Yerry Mina fizeram o básico atrás e conseguiram decidir o jogo contra o São Paulo na forte bola aérea do Verdão


GOAL Por Allan Brito 


É uma dupla de zaga, mas também é uma arma ofensiva do líder Palmeiras: os beques Vitor Hugo e Yerry Mina passaram a jogar juntos, formaram a dupla “Vitamina” e decidiram o clássico contra o São Paulo, nesta quarta-feira (7), com os gols da vitória por 2 a 1, pelo Campeonato Brasileiro.

Não é de hoje que o Palmeiras explora muito bem as jogadas aéreas. Em julho, a Goal já destacou que o time liderava o ranking de gols de cabeça . Com os dois desta quarta, agora são 12 tentos dessa forma, dentro os 42 do time, que tem o melhor ataque do Brasileirão.


Mina em sua dança de comemoração (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Trata-se de uma jogada muita ensaiada pelo clube, mas sempre em segredo. O técnico Cuca costuma fechar para imprensa boa parte dos treinos, todos dias, e aperfeiçoa essa arma: “a gente treina muito isso. Às vezes sou chato demais nesse treinamento, na que hora que peço para vocês (jornalistas)”, admitiu o treinador.

Vitor Hugo (1,87m) é uma arma velha conhecida da torcida do Palmeiras. Ele tem 13 gols e já é o 10º maior zagueiro-artilheiro na história do clube. No Brasileirão ele tinha feito um gol há pouco tempo, no dia 14 de agosto, contra o Atlético-PR. Nesta quarta, fez o gol decisivo. 

Veja todas estatísticas sobre Vitor Hugo:

O primeiro gol foi de Mina (1,95m), que é a grande novidade dessa dupla “Vitamina”. Como sofreu uma lesão recentemente, ele tem apenas cinco jogos pelo Palmeiras e já fez dois gols importantíssimos: um no clássico contra o Santos e outro no clássico contra o São Paulo.

Veja todas estatísticas sobre Mina:

Além da qualidade na bola aérea, os dois também têm em comum as comemorações inusitadas. Vitor Hugo costuma dar cambalhotas aéreas. Já Mina faz uma dança colombiana bastante curiosa. “A dança do Mina é feia, viu! Mas o moleque é gente boa demais. A gente está pegando entrosamento com o tempo e ele vai nos ajudar muito”, comentou Vitor.


Dupla de defesa e ataque (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

É importante destacar que tanto Vitor Hugo quanto Mina também estão fazendo bem suas partes na defesa. Eles já tinham jogado juntos quatro vezes e sofrido apenas um gol. Nesta quarta, por exemplo, Vitor acertou dois carrinhos perfeitos para travar jogadas do São Paulo. Mina também está mostrando sua boa capacidade física e rápida atencipação. E assim a defesa do Palmeiras, além de ser forte na frente, também tem a 3ª terceira melhor defesa do campeonato. A “Vitamina” está forte e pode dar a energia que o clube precisa para conseguir o título.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook