Editorial: Um doce remédio contra o câncer

O câncer pode ter caminhos de cura surpreendentes. Por vezes inacreditáveis para os mais céticos. Um desses percursos fala da aceitação da doença – e jamais de sua negação – como forma de alcançar a saúde. Quem defende esse ponto de vista são as guerreiras do calendário, pessoas cuja relação com o câncer tornou-se, de certa forma, uma experiência libertadora. O projeto acontece desde 2014 e reúne, todos os anos, mulheres em tratamento para posarem para fotos e contarem suas histórias em um calendário. Ao participarem da iniciativa, elas descobrem-se com outras possibilidades de vida e de estar bem. Ganham auto-estima. Têm multiplicadas as esperanças. A experiência é como um doce remédio contra o câncer.

Desde o começo do ano, a coordenação do projeto busca as guerreiras, além de parceiros para ajudar na iniciativa. Este ano, a ideia é reverter o dinheiro obtido com a venda do calendário na compra de um mamógrafo de última geração para ser instalado no Hospital Oswaldo Cruz, avaliado em US$ 350 mil, incluindo a sua instalação. O equipamento vai quadruplicar o número de atendimentos e cirurgias.

Verônica Azevedo é delegada e coordenadora do projeto junto com a fonoaudióloga e integrante do Rotary Renata Schuler. Ambas também são guerreiras. Juntas, propõem a quebra do estigma do câncer e de sua vinculação com a morte. Por isso o nome do projeto deste ano é A vida bem me quer, em alusão à flor. O resultado, segundo Verônica, é maravilhoso para a mulher que passa pela quimioterapia. Apesar de biologicamente benéfico, pois elimina as células cancerosas, o tratamento traz transtornos estéticos, como a queda do cabelo. Por isso a experiência de posar para o catálogo leva à construção de uma nova identidade.

Este ano, a apresentação do calendário será assinada pelo governador do Rotary, João Azevedo Dantas, e pela repórter especial do Diario de Pernambuco, Marcionila Teixeira. As fotos são de autoria de Kaká Morais. O calendário deve ser lançado em outubro, dentro da movimentação do Outubro Rosa, e, no mesmo mês, a Infraero promove uma exposição das fotos no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre. As empresas interessadas em adquirir o calendário para presentear os clientes ou mesmo em expor as fotos para apreciação podem procurar a coordenação do projeto pela página do Facebook Mamógrafo do Rotary. Eu colaboro. Afinal, o combate ao câncer é papel de todos nós.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook