Últimas

Glória Pires será juíza e contará histórias da vida real em novo quadro do “Fantástico”

Gloria Pires como juíza - Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda

Gloria Pires como juíza – Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda

A partir do próximo domingo (2/10), o Fantástico exibirá o quadro Segredos de Justiça, totalmente inspirado no livro A Vida não é Justa, da juíza Andréa Pachá.

Com Glória Pires como protagonista, a série mostrará histórias como a de um homem se vê ameaçado a ter a paternidade de seu filho adotivo anulada com a volta do pai biológico; duas viúvas que lutam na justiça pela herança de um bígamo; um casal adolescente, que terá um filho, mas não quer se casar; um pai que se nega a conhecer a própria filha, que já tem 10 anos de idade.

Como os relatos são baseados em fatos reais, que correm em segredo de justiça, a juíza adaptou as histórias criando realidades próximas das originais.

Além de Glória Pires, também fazem parte do elenco Natalia Lage, Tonico Pereira, Felipe Camargo, Marcello Melo Jr, Heloísa Périssé, Juliana Alves, Julia Rabelo, Nelson Freitas, Fábio Lago e Gisele Froes.

“Espero que a série influencie as pessoas de uma maneira muito positiva. A Andréa Pachá é uma pessoa incrível, muito humana. Não estamos habituados com isso. Normalmente, tanto na medicina quanto na área legal, os profissionais que deveriam ajudar a população se colocam muito distante de seus problemas. A Andrea é o oposto disso. Usa todo o seu conhecimento para se colocar ao lado de quem precisa, à disposição para ajudar àquela pessoa”, explicou Glória Pires.

Glória Pires, Pedro Peregrino, Andréa Pacha e Rafael Dragaud - Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda

Glória Pires, Pedro Peregrino, Andréa Pacha e Rafael Dragaud – Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda

Andréa Pachá elogia a atuação de Glória como ela própria, a juíza, na série. “Temos tradição em contar histórias de tribunal sempre com um juiz autoritário, usando um martelo e uma peruca branca. Mas isso é muito distante da rotina. Gloria foi ao fórum ver de perto como funciona e, nas cenas, conseguiu mostrar a realidade do que acontece no cotidiano de uma vara da família. Dos afetos e desafetos quando a gente deixa de amar”, analisa a juíza, que tem 22 anos de profissão, 15 deles nesta área.

Em 2012, Andréa Pachá começou a escrever crônicas, que reunidas, deram origem ao livro A Vida não é Justa. E, logo depois, veio o convite para transformar as histórias em série de televisão. “Fiquei muito feliz quando surgiu a oportunidade da adaptação, pois é fantástica a possibilidade de contar histórias ricas e delicadas de pessoas que passam os dramas do fim do amor. A Glória e a direção tiveram um cuidado e um respeito incríveis”, finaliza a juíza, que também participa da série através de relatos ao final de cada episódio.

Tulio (Igor Angelkorte) quer assumir Juninho, Emerson (Marcelo Melo Jr) fica furioso e diz que em seis anos ajudou Cristiane (Natalia Lage) - Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda

Tulio (Igor Angelkorte) quer assumir Juninho, Emerson (Marcelo Melo Jr) fica furioso e diz que em seis anos ajudou Cristiane (Natalia Lage) – Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda


Fonte: Cenapop.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook