Últimas

Guardiola ‘destroça’ empresário de Yaya Touré, que dá resposta: “já acha que é o rei”

Em entrevista coletiva, o técnico do Manchester City criticou o poder dos empresários e garantiu: o africano só volta a ter chances se o agente pedir desculpas

Guardiola chegou ao Manchester City trazendo resultados, esperanças de títulos grandiosos e muita polêmica! Além de ter forçado a saída do goleiro e ídolo Joe Hart, que acabou emprestado ao Torino (da Itália), deixou Yaya Touré de fora da lista de jogadores para a Champions League.

A decisão de não contar com o marfinense, um dos principais destaques dos Citizens nas últimas temporadas, deixou o empresário do meio-campista, Dmitri Seluk, furioso. Em declarações feitas no dia seguinte ao anúncio da lista, o agente disse que Guardiola desrespeitou Touré e ameaçou: “se o City não ganhar a Champions League, então espero que Pep tenha colhões de dizer que estava errado de humilhar um grande jogador como Yaya”.

É lógico que Guardiola não deixou barato, e em entrevista coletiva nesta terça-feira (20) deu uma resposta dura: “Foi muito difícil, para mim, deixar ele fora da Champions League”, começou o treinador do City. “Mas no dia seguinte, quando o empresário dele falou, naquele momento Yaya ficou fora. A não ser que o Sr. Dmitri Seluk volte em uma entrevista coletiva e peça desculpas ao Manchester City, em primeiro lugar, aos seus companheiros de time, em segundo lugar, e depois ao treinador”.

Guardiola não quis saber de brincadeirinhas ao comentar a opinião do empresário de Yaya Touré (Foto: Getty Images)

“Quando isso acontecer, Yaya será parte do grupo e terá a mesma chance de disputar todos os jogos. Porque eu não posso aceitar, como treinador, que qualquer empresário vá para a imprensa e fique falando, falando e falando quando o seu jogador não joga”, seguiu Pep Guardiola.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Gabigol perto de estreia! | As mulheres de CR7 | Mais um recorde na mira do MSN


“Eu não consigo imaginar, no meu tempo quando jogador de futebol, meu empresário indo para a imprensa e falando contra Johan Cruyff sobre isso e sobre aquilo. Talvez hoje em dia estejamos vivendo novos tempos, as coisas estão mudando, mas eu sou um cara antigo. Sou de uma geração mais velha e empresários de uma geração velha precisam fazer, para os seus jogadores, o seu trabalho. E os treinadores fazem o seu trabalho. Hoje, os empresários acham que são mais do que realmente são”.

Seluk disse que, antes de pedir desculpas, Guardiola precisa se retratar com Manuel Pellegrini (Foto: Getty Images)

Em resposta, Seluk disse à Sky Sports que só vai pedir desculpas a Guardiola quando o catalão fizer o mesmo com Manuel Pellegrini. O chileno era o técnico do Manchester City quando o clube anunciou o acerto com Pep: “Guardiola ganha alguns jogos e já acha que é o rei. Eu vivo na Europa, e por isso posso falar o que quiser e Guardiola não pode me calar”.

Além de provavelmente seguir sem espaço no Etihad Stadium, Yaya Touré anunciou recentemente que não jogará mais pela Seleção da Costa do Marfim. O meio-campista pode ser negociado pelo clube inglês na janela de transferências de janeiro caso o problema siga o seu curso.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook