Ibope: Marta cai e Doria aparece à frente de Russomanno

O candidato João Doria (PSDB) ultrapassou Celso Russomanno (PRB) na pesquisa Ibope/Estado/TV Globo e abriu quatro pontos porcentuais de vantagem (28% a 24%). Como a margem de erro é de três pontos porcentuais para cada candidato, existe uma possibilidade remota de que eles estejam empatados – mas o tucano está em ascensão, e o rival está em queda.

Na disputa pelo terceiro lugar, Fernando Haddad (PT) diminuiu de dez para três pontos sua desvantagem em relação a Marta Suplicy (PMDB), e está agora tecnicamente empatado com a ex-prefeita.

A preferência por Doria cresceu de 17% para 28% em 12 dias, enquanto Russomanno caiu de 30% para 24%, perdendo a posição de liderança. Ao mesmo tempo, Haddad cresceu de 9% para 12%, enquanto Marta caiu de 20% para 15%. Luiza Erundina (PSOL) oscilou de 5% para 4%.

Em um eventual segundo turno entre os candidatos do PSDB e do PRB, Doria teria 41%, e Russomanno, 37%. Se o confronto fosse entre Doria e Marta, o tucano venceria por 45% a 33%.

Haddad continua em primeiro lugar no quesito rejeição: 47% dos paulistanos afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. Entre os principais candidatos, Marta e Russomanno dividem a segunda colocação, empatados (28% a 25%). O candidato do PSDB é rejeitado por apenas 17%.

Ainda na simulação de primeiro turno, os outros candidatos somam 3% das intenções de voto: Major Olímpio (SD), João Bico (PSDC) e Levy Fidelix (PRTB) têm 1% cada, enquanto Henrique Areas (PCO) e Ricardo Young (Rede) foram citados mas não chegaram a 1%. Altino (PSTU) não foi citado. Os eleitores que pretendem anular ou votar em branco caíram de 13% para 10%. Além disso, 4% dos eleitores não souberam responder.

O Ibope entrevistou 1.204 eleitores de todas as regiões da cidade de São Paulo face a face entre os dias 23 e 25 de setembro. A margem de erro máxima para o total da amostra é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi contratada pela Globo Comunicação e Participações S/A e pela S/A O Estado de S.Paulo. A pesquisa foi registrada no TRE-SP sob o protocolo 04281/2016.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook