Últimas

Justiça espanhola reabre caso Neymar e DIS pede 40 milhões de euros

Audiência Nacional do país havia decidido arquivar processo, mas empresa apelou da decisão

O juiz José de la Mata, responsável pelo processo da DIS contra Neymar na Audiência Nacional da Espanha, reabriu o caso, que havia sido arquivado em julho. O craque do Barcelona e seu pai são acusados por irregularidades na transferência do atacante para o clube catalão.

A quarta seção da divisão criminal do tribunal acatou recurso do Ministério Público do país, que solicitou que o caso do jogador de 24 anos volte a ser investigado. O Santos e Sandro Rosell, ex-presidente do clube catalão, também são réus nas investigações.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Ancelotti provoca Real Madrid | CdB: Quartas e final definidas | Juventus: Hernanes entende vaias


Neymar voltará a ser acusado. A empresa DIS, que detinha 40% dos direitos federativos do atleta no momento da venda, quer receber o percentual de todos os valores pagos pelo Barcelona ao Santos na negociação do jogador, que oficialmente foi vendido por 57,1 milhões de euros (40 milhões para a família de Neymar e 17,1 milhões para o Santos).

Na verdade, o valor pode chegar até 83,3 milhões. Anteriormente, quando o caso foi arquivado, a Justiça espanhola constatou que não houveram irregularidades. Desta vez, em comunicado, a Audiência Nacional garantiu que “depois de uma pesquisa realizada até a atual data, foram encontratadas provas suficientes da prática de atos criminosos dos indiciados”.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook