Kid Vinil sobre volta da Magazine: 'Nunca é tarde para se estar na ativa'

Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)

Aos 61 anos de idade e com pelo menos 27 de carreira, Kid Vinil resolveu reunir os caras de sua primeira banda, a Magazine – sucesso nos anos 80 – para voltar a fazer um som. Famosos por hits como “Tic tic Nervoso”, “Sou boy” e “A gata comeu” – tema da novela homônima que volta ao ar no canal Viva no próximo mês -, o guitarrista Ted Gaz, o baixista Lu Stopa e o bateirista Trinkão toparam retomar a formação original do grupo e agora, sessentões, estão em estúdio gravando o próximo disco.

Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil com o vinil da trilha sonora da novela
(Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)

“Conversei com eles porque segui carreira solo, mas sempre precisava de músicos para me apresentar. Aí começamos a trabalhar juntos de novo”, diz Kid, que recebeu o EGO em sua casa no Cambuci, Zona Sul de São Paulo, onde mostrou parte da sua coleção de 20 mil vinis e10 mil CD’s e apresentou seu fiel mascote Cosmo, um Golden Retriever de 12 anos. “É o cachorro mais rock n’roll que existe. Eu coloco um som e ele fica ouvindo”, diverte-se.
Convite da Globo: “Achamos que era trote”
Não foi difícil retomar a Magazine. “Só acabou porque cada um foi para um lado na época. Deu tão certo que fizemos muito sucesso”, diz Kid sobre o “conjunto” – termo que ele prefere usar em vez de banda -, que tocou de 1979 a 1987.

Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)

Kid se lembra bem do auge do sucesso e do convite da produção da Globo para gravar a música-tema da novela, em 1984. “Estávamos fazendo um show em Santarém, no meio da selva Amazônica, num hotel resort, quando  recebemos uma ligação da produção da Globo e achamos que era trote. O empresário ligou lá e confirmou, aí pegamos o avião à noite e fomos gravar no final de semana para que na segunda a música estivesse pronta”, relembra ele. “Gostaram de cara e colocaram na trilha. Nem acreditamos! É uma música do Caetano gravada com voz e violão e queriam algo mais com cara de conjunto.” Deu tão certo que a banda gravou até videoclipe, dirigido por Boninho, e a banda alcançou ainda mais sucesso.

O disco 'Sou boy", de 1983 (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)O disco ‘Sou boy’, de 1983  (Foto: Divulgação)

“Já vínhamos do sucesso de ‘Sou hot’ e ‘Tic tic nervoso’ mas naquele tempo uma música na novela era gancho para tudo. Naquela época todo mundo queria ter uma música em trilha de novela porque explodia”, reconhece ele. “Agora, por uma feliz coincidência a novela vai voltar a ser exibida bem no ano em que a banda voltou. Caiu do céu, né?”

Sem previsão de aposentadoria
A coleção da CD’s e vinis de Kid é organizada em ordem alfabética. “Não está cabendo mais em casa e não tem como eu me desfazer porque tem muita coisa com valor não só comercial, mas afetivo”, diz ele, que nas horas vagas gosta de ouvir desde clássicos como Beatles, The Rolling Stones, Led Zeppeling, Pink Floyd, a um som mais atual com o Oasis, Cold Play e Strokes.

Os 'meninos' da banda Magazine atualmente (Foto: Divulgação)Os ‘meninos’ da banda Magazine atualmente
(Foto: Divulgação)

 “Sou muito saudosista. Gosto dos clássicos, mas também da Jovem Guarda, Roberto, Mutantes, Rita Lee, Caetano… E também de coisas da minha geração., como Titãs, Paralamas, Ultraje.”

As referências não deixam de aparecer no trabalho novo da Magazine, mas Kid acredita que a identidade da banda será preservada. “A gente está preparando um material novo com muito humor, no mesmo estilo. Se você ouvir ‘A gata comeu’, a música tem uma letra séria, mas usa muito verbo, tem um humor refinado. Conta a história de uma mulher que sugou o cara ao máximo, é uma viagem!”, diz ele, que está em estúdio gravando o novo trabalho, previsto para sair no começo de 2017.

Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo
(Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)

 “Já estamos fazendo shows por aí em eventos e casas de show. Além do nosso repertório tem coisas inéditas e coisas dos anos 80 que tocamos, como Ultraje, Legião, Mutantes, Roberto… é bem divertido. Tem ‘Fuscão Preto’, ‘Splish Splash’, o povo adora!”

Aposentadoria, obvimante, nem passa pela cabeça de Kid Vinil. “Se o Paul McCartney e o Mick Jagger podem, eu também posso. O Tom Zé tem mais de 79 anos e está aí na ativa, ele é um garoto no palco!. Não vou forçar a barra de ficar viajando excessivamente, mas eu curto viajar pelo Brasil, fazer shows no interior. Nunca é tarde para se estar na ativa.”

Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)
Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)

 

 

Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)
Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)Kid Vinil posa em sua casa em São Paulo (Foto: Alessandra Gerzoschkowitz/EGO)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook