Últimas

Líder nas pesquisas, ACM Neto recebe críticas por não participar de debates na TV

Líder em todas as pesquisas de opinião, com larga vantagem, na corrida eleitoral para a prefeitura de Salvador (BA), o prefeito ACM Neto (DEM), que concorre à reeleição, tem suscitado críticas dos adversários pela decisão de não participar dos debates promovidos por duas das três emissoras de televisão locais, que realizarão o programa.

De acordo com a coordenação da campanha, a determinação do prefeito se deve às regras definidas pelas emissoras. O candidato considera “inviável” discutir projetos de governo com sete candidatos, sendo que alguns deles não alcançaram, até então, nem cinco pontos nas pesquisas, enquanto outros sequer pontuaram. Os debates estão agendados para ir ao ar na TV Educadora e TV Record, nos dias 22 e 25, respectivamente. O democrata foi o único a não confirmar presença.

Neto, contudo, teria garantido participação num terceiro encontro entre candidatos, agendado para o dia 29, três dias antes das eleições, na TV Bahia, emissora de propriedade da família do candidato.

O prefeito também não participou dos debates institucionais, como por exemplo, na Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Segunda colocada nas pesquisas, a deputada federal Alice Portugal (PCdoB), considera a decisão do prefeito um “profundo” desrespeito para com a cidade e o processo eleitoral. Na opinião dela, é mais uma confirmação de que ACM Neto não dá valor à democracia. A candidata aponta o adversário como um dos “artífices da situação que culminou com o processo de impeachment fraudulento” (da ex-presidente Dilma Rousseff), e concluiu em tom desafiador. “Eu o desafio a vir debater comigo. Espero que ele repense a sua posição”, disse.

Vice-prefeita nesse primeiro mandato de Neto, e preterida na composição da nova chapa que busca a reeleição, a professora Célia Sacramento (PPL), lançou candidatura e não tem poupado críticas ao gestor, entretanto, no que se refere a ausência nos debates, foi mais comedida.

“Vejo como um direito que ele tem. Cabe a população julgar, afinal, quem não deve não teme. A população deve estar refletindo: por que o prefeito não quer ir, será que é porque ele já se considera eleito? Só vamos saber depois do dia 2, então ele está exercendo o direito dele e a população fará o julgamento devido”, avaliou.

A mais recente pesquisa Ibope, divulgada na segunda-feira, 19, conferiu 69% das intenções de voto a ACM Neto e 12% a Alice Portugal. A vice-prefeita, Célia Sacramento, não pontuou.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook