Últimas

Luis Enrique assume ‘culpa’ por derrota do Barcelona, em dia de elogios ao Alavés

Após a inesperada derrota, jogadores do Barça lamentaram o resultado e elogiaram o adversário

Todos esperavam uma vitória do Barcelona sobre o teoricamente frágil Alavés, que voltou para a primeira divisão espanhola depois de uma década. Talvez até por isso, o técnico dos catalães, Luis Enrique, optou por começar a partida no Camp Nou com Messi, Suárez e Iniesta.

Mas era dia de zebra, e os bascos venceram por 2 a 1. Depois do jogo, Luis Enrique fez questão de elogiar a capacidade de concentração defensiva do adversário e exaltou o passado recente de seus jogadores. Ao justificar as opções deste sábado, o treinador assumiu a culpa pelo resultado… deixando bem claro que é muito mais fácil criticar depois que o resultado já foi construído.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Crônica: Barça 1×2 Alavés | Elias e André estreiam | Deyverson… melhor que Neymar!!!


“É um resultado feio para nós, contra um rival que merece elogios. Como conclusão positiva, tiro que é o momento de valorizar o que esta equipe conquistou nos últimos anos”, afirmou. “Eu sou o maior responsável por tudo o que acontecer de ruim. Procurei o melhor para o time, uma vez que o resultado termina é muito fácil julgar”, destacou.

(Foto: Getty Images)

Capitão do Barça, em sua partida nº 250 pelo Barcelona no Campeonato Espanhol, o volante Sergio Busquets achou que os donos da casa mereciam sorte melhor. O jeito, agora, é pensar no confronto contra o Celtic, pela Champions League.

​(Foto: Getty Images)

“Não foi o nosso melhor jogo, eles foram muito efetivos”, afirmou. “Não foi uma derrota justa, porque eles não fizeram muita coisa. Mas o jeito é pensar no Celtic, vida que segue. O calendário é assim. Quando se tem vários jogadores selecionáveis acontece isso. Mas não é desculpa”.

A opinião de Busquets é parecida com a de Andrés Iniesta, outro dos craques que deixou o banco de reservas para tentar mudar a fortuna do Barcelona no segundo tempo.

“Com essa defesa, e essa forma de fazer as coisas eles nos complicaram muito. Não conseguimos apresentar soluções e virar o placar adverso. Depois de uma derrota podem analisar muitas coisas, mas as coisas não saíram bem. Como acontece normalmente. Não conseguimos encontrar velocidade e precisão em determinados momentos (…) O Alavés fez um grande esforço e trabalho, e a gente precisa parabeniza-los”, finalizou.

Ex-jogador do Barça, técnico do Alavés exalta vitória

O argentino Maurício Pellegrino, que defendeu as cores catalães entre 1997 e 98, não escondeu a felicidade e destacou que no futebol tudo pode acontecer.

O brasileiro Deyverson abriu o placar para o Alavés (Foto: Getty Images)

“No futebol, e nos esportes de equipe, tudo é possível. Quando alguém tem uma posição de desvantagem, como a que nós temos contra o Barcelona, que é um abismo, é preciso garantir que ninguém vai jogar cômodo”.

“Tiveram muitos meninos que quase não treinaram.  Este é um jogo à parte na La Liga”, observou.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook