Últimas

Lula participará de ato em campanha de João Paulo no Recife

O candidato do PT à Prefeitura do Recife, o ex-prefeito João Paulo, confirmou, na tarde desta quarta-feira (14), que o ex-presidente Lula, do mesmo partido, deve participar de um ato de sua campanha na próxima quinta-feira (22). O formato do evento ainda não foi divulgado, mas esse será o grande ato da campanha do petista nesta reta final da disputa. O anúncio, inclusive, foi dado no mesmo dia que o ex-presidente foi denunciado na Operação Lava-Jato pelos crimes de corrupções ativa, passiva e lavagem de dinheiro. A mulher de Lula, a ex-primeira-dama Marisa Letícia, também foi indiciada.

No fim de uma caminhada misturada com carreata, no bairro de Chão de Estrelas, na Zona Norte do Recife, João Paulo afirmou que desconhecia do indiciamento do Ministério Público. Apesar de possíveis desgastes com o apoio, afirmou que a estratégia de sua campanha não deve mudar. “Isso lembra um pouco aquele filme: a Perseguição Implacável. Acho que um indiciamento, um inquérito, não quer dizer que tenha crime. Eu acredito que ele vai ser investigado, e pelo que eu conheço de Lula e de sua história, ele vai provar sua inocência”, justificou.

O candidato do PT aproveitou a oportunidade para pedir “paridade” nas investigações da Lava-Jato, que, segundo ele, não vem acontecendo. “Isso faz parte da democracia, das instituições funcionando de forma autônoma. O que nós queremos é a paridade, que todos sejam tratados da mesma forma.  E o inquérito é o que eu falava: no inquérito se abre uma investigação e acredito, pelo que eu conheço de Lula e sua história, vai ser inocentado”, pontuou. João Paulo diz acreditar que Lula tem peso significativos no estado e na capital e, por isso mesmo, manterá a agenda.

Creche ocupada

O candidato do PT denunciou, na Ilha do Joaneiro, a ocupação de uma creche na comunidade, que estaria sendo habitada por um morador que cobriu o espaço com propaganda política do atual prefeito e candidato à reeleição Geraldo Julio (PSB). “Fizemos um trabalho muito grande aqui de saneamento. Mas o que está mais grave agora são as situações da Upe, do posto de saúde, da escola e da creche. A creche está fechada, sendo ocupada por um morador que encheu de propaganda eleitoral um espaço público”, declarou. “Nós fotografamos e temos que exigir, porque não podemos ter um espaço público que vira do atual prefeito”. Além da Ilha do Joaneiro, João Paulo percorreu as comunidades do Chié, Saramandaia, Capilé e Campo Grande.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook