Manchester United adota plano surreal para economizar

Depois de gastar 185 milhões de euros com reforços na última janela de transferências, clube agora deseja poupar até os centavos

O Manchester United investiu pesado na última janela de transferências e gastou cerca de 185 milhões de euros com reforços. No entanto, apesar de todo o seu poder financeiro, o clube agora está buscando maneiras de economizar.

Segundo o jornal inglês The Sun, o United adotou um plano surreal para poupar o máximo possível, e proibiu os seus jogadores de trocar camisas com adversários e também presentear torcedores no final das partidas, argumentando que “não é rentável” ter que repor o uniforme dos atletas a cada jogo.

Nesta temporada, os jogadores teriam recebido apenas quatro camisas, sendo duas de mangas curtas e duas de mangas comprida, e até os badalados Ibrahimovic e Paul Pogba teriam sido orientados sobre as novas regras do clube.


GOAL VEJA TAMBÉM: GOAL
Os números da janela de transferência | Messi, o eterno problema de CR7  | Ancelotti: “Nunca treinarei um rival”



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook