Últimas

Mario Balotelli, por que não pode ser sempre VOCÊ?

Aos 26 anos, apesar de todo talento, o atacante italiano tem uma das últimas chances de fazer sua carreira decolar

Uma última tentativa de brilhar no Nice. Aqui reside a carreira de Mario Balotelli. Sem gols, sem medalhas de ouro, sem glória. Dois anos atrás, quando trocou o Milan pelo Liverpool, ainda era possível ser otimista e especular que houvesse perseguição com o italiano.

“Quem tem os direitos televisivos para Ligue 1 deve dar um bônus para o Nice. Sem Ibra, este campeonato perdeu pelo menos 50 por cento de seu valor”, disse o agente de Balotelli, Mino Raiola, que também cuida da carreira do sueco.

(Foto: Getty Images)


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Neymar: Amado e odiado na Colômbia | China in Goal: Ramires abre o jogo | As opções para substituir Messi


Nem um dos maiores empresários do mundo pode rolar seus dados mágicos e conseguir um novo time de ponta para Balotelli. A sugestão de Raiola demonstra o que é notório. Enquanto Ibra chegou com status de craque no Manchester United, o italiano deixou o Liverpool pela porta dos fundos.

Por um longo tempo, Ibra e Balotelli estavam no mesmo patamar de jogadores, ou pelo menos, o mais jovem tinha tudo para um dia chegar onde Zlatan está hoje. O talento desperdiçado de Balotelli o coloca ao lado de atletas como Alexandre Pato, no Villarreal, que tentam a todo custo fazer sua carreira, que tinha tudo para ser brilhante, finalmente decolar.

(Foto: Getty Images)

Jürgen Klopp, que tem feito bom trabalho no Liverpool, é o mais novo treinador a se decepcionar e desistir de Balotelli. Antes dele, Brendan Rodgers, José Mourinho, Cesare Prandelli e Antonio Conte tiveram o italiano sob seu comando e não conseguiram fazê-lo jogar.

“No final do dia, Balotelli foi um jogador de Liverpool e você precisa tratá-lo com respeito. E Klopp não fez isso”, vociferou Raiola, em entrevista para o Talksport.

Por que Klopp investiria em alguém que não está interessado no clube? Um indivíduo com desprezo o que o coletivo está tentando alcançar? Balotelli tem desperdiçado chances e é difícil de prever o que fará na França.

(Foto: Getty Images)

Apenas ele pode decidir tomar as rédeas da sua vida, retomar seu futebol. Surpreendentemente, ainda há tempo para isso. O próximo ano marcará uma década desde a afirmação de Balotelli que, ainda adolescente, despontava na Itália.

Uma nova temporada inicia. Aos 17 anos, a história do atacante era prodigiosa, como é que vai ser aos 27 anos? Após alguns meses, poderemos analisá-lo novamente. Em julho, Balotelli disse: “Eu não quero chegar ao fim da minha carreira pensando que eu não fiz tudo para me tornar o melhor”. Bem, é tudo com você, Mario. Sempre foi tudo com você.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook