Últimas

Messi não é mais um garoto

As pernas de Lionel pedem um descanso que deixará o Barcelona órfão durante três semanas

Já não é mais uma opção. É uma obrigação! Durante as próximas três semanas, Paco Alcácer terá de mostrar que tem condições de ser um homem importante para o Barcelona. É óbvio que ninguém vai pedir que o valenciano faça o mesmo que Messi, porque o argentino é um jogador único.

Daqueles que, em qualquer momento, é capaz de resolver uma situação de jogo.

No entanto, Alcácer terá que aprender a fazer parte da complicada engrenagem da equipe. E deverá fazer isso sem o grande apoio que qualquer recém-chegado teve quando não sabia para quem tocar a bola: Messi não estará ali. Caso titubeie, Alcácer não terá um Messi para resolver os seus problemas.

(Foto: Getty Images)

O camisa 10 se lesionou na última quarta-feira, durante o clássico contra o Atlético de Madrid. Apesar de não ter conseguido treinar nas melhores condições nos dias que antecederam o empate com os Colchoneros, Luis Enrique não quis arriscar. Mas a pubalgia voltou a incomodar, e não dava mais para o Pulga seguir em campo. O corpo não engana, não mente.

(Foto: Getty Images)

Quem entrou em seu lugar foi Arda Turán, que não conseguiu fazer uma diferença contra o seu ex-clube. O Barcelona também já não era mais o mesmo do primeiro tempo, e a queda técnica cobrou a sua conta quando Ángel Correa empatou o jogo em seu primeiro toque na bola. Os catalães conseguiram estancar, rapidamente, a ferida deixada pela saída de Messi. Mas sem o camisa 10, não tinha ninguém para criar chances. Ninguém para desequilibrar.



GOAL VEJA TAMBÉM: GOAL
A vida de R9 | A carreira do Fenômeno em fotos | Como um ‘garçom’ levou R9 para o Barça


Com o empate, o Barça não conseguiu tirar vantagem do tropeço do Real Madrid frente ao Villarreal. Os Blancos seguem na ponta da tabela do Campeonato Espanhol.

O Barcelona não vai forçar Messi. Serão três semanas de absoluto repouso para o maior craque da história do clube. Neste período, Lionel deve perder três partidas (Sporting Gijón, Celta e o duelo de Champions League contra o Borussia Monchengladbach). Também vai ficar de fora de dois duelos da Argentina nas Eliminatórias. O retorno deve acontecer no dia 15 de outubro, contra o Deportivo La Coruña.

No ano passado, o Barcelona soube lidar com a lesão sofrida por Messi. Neymar e Suárez se destacaram com muitos gols durante os dois meses sem o argentino.

É lógico que pode não ser muito justo tecer comentários com o jornal de segunda-feira em mãos. Mas também já está claro que Messi não é mais um garoto. Com Pep Guardiola, em plena juventude, sofreu apenas lesões de maior gravidade. Em um ano, o craque já acumula duas. Isso além de um probleminha ou outro que acontecem. Apesar de querer jogar sempre, fazer parte do rodízio de jogadores começa a ser algo fundamental para o camisa 10.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook