Últimas

No ano em que viraram realidade, G. Jesus e Luan se enfrentam com tabu

Após serem campeões olímpicos juntos, eles vão duelar de novo, mas gremista nunca venceu o jovem palmeirense


GOAL Por Allan Brito 


Jovens atacantes, campeões olímpicos, principais destaques dos seus times: Luan e Gabriel Jesus têm muitas histórias e características em comum. E nesta terça-feira, às 21h45 (de Brasília), vão se enfrentar pela terceira vez na carreira, agora em um mata-mata da Copa do Brasil entre Grêmio e Palmeiras, no ano em que deixaram de ser promessas e viraram o futuro do futebol brasileiro.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Notícias da Copa do Brasil | Felipão é ídolo em comum | Uma nova Libertadores


Existe um tabu no duelo entre eles: até agora Luan nunca venceu Jesus. Em 2015, o gremista chegou a fazer dois gols no Palmeiras, mas o placar terminou 3 a 2 para o Palmeiras. Naquela época Jesus ainda era coadjuvante na equipe e teve atuação razoável.

Em 2016, no 1º turno do Brasileirão, aconteceu um jogaço entre Palmeiras e Grêmio. Jesus estava em ótima fase, fez o primeiro gol do jogo e foi decisivo na vitória por 4 a 3. No 2º turno o Grêmio jogou em casa e foi bastante superior, mas empatou por 0 a 0. Jesus jogou mal. Luan esteve bem, mas perdeu uma das melhores chances de gol e completou mais um jogo sem vencer o Palmeiras.


Luan e Jesus se entenderam bem no ataque do Brasil (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Mas é claro que nada disso vai entrar em campo nesta quarta-feira. O que realmente vai aparecer é a qualidade desses jovens, que já foi mostrada até na Seleção Brasileira. Os dois foram fundamentais na conquista do ouro olímpico. Quando Luan virou titular, o Brasil passou a jogar bem. E com o Brasil na reta final, Jesus ganhou confiança e passou a fazer gols importantes. Posteriormente ele foi convocado por Tite e já estreou na equipe profissional balançando a rede de novo. Convenceu e foi convocado de novo. Luan está na espera, mas não deve demorar a ser chamado.

No Brasileirão as qualidades de ambos também já apareceram. Gabriel tem levado ligeira vantagem, tanto que comanda o Palmeiras na briga pelo título e é artilheiro da competição (fez onze gols). Mas Luan teve grandes atuações no começo da disputa e, apesar de não fazer tantos gols (marcou seis até agora), tem como característica ser mais passador e preparador de jogadas. Nisso ele fez sua parte até o Grêmio despencar de rendimento.

Veja comparação dos números deles no Brasileirão 2016:

 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook