Últimas

O jovem quer TV aberta, mas ela precisa se reinventar para alcançá-lo

</p><p> <br /> Neste último domingo (11), <u><a href="http://natelinha.uol.com.br/colunas/2016/09/11/walter-zagari-brada-primeiro-lugar-esta-no-dna-da-equipe-record-101990.php" target="_blank"><span style="color:#ff0000;"><strong>o NaTelinha, através do colunista Sandro Nascimento</strong></span></a></u>, entrevistou o vice-presidente comercial da Record, Walter Zagari.</p><p>Uma fala do executivo chamou bastante a atenção. Quando questionado se havia espaço para investimentos em produtos infantis na emissora, foi taxativo: “Por enquanto essa não é a prioridade da Record”.</p><p>Exatamente! Não é prioridade da segunda maior emissora do país (empatada com o SBT) investir nos jovens, que garantirão, em alguns anos, sua audiência. Também muito se fala da “fuga de público” da TV aberta mundial, com a ida, cada vez em maior quantidade, para outras mídias, especialmente a internet.</p><p> Já nesta segunda-feira (12), <u><a href="http://natelinha.uol.com.br/noticias/2016/09/12/por-que-o-publico-jovem-nao-esta-dando-audiencia-para-os-canais-abertos-102003.php" target="_blank"><span style="color:#ff0000;"><strong>no mesmo NaTelinha, uma reportagem de Gabriel Vaquer</strong></span></a></u> traz índices curiosos a respeito da relação entre os jovens e a televisão aberta, além de alguns feedbacks do público em relação às emissoras.</p><p style="text-align: center;"> <br /> <img alt="" src="data:image/gif;base64,R0lGODdhAQABAPAAAP///wAAACwAAAAAAQABAEACAkQBADs=" data-lazy-src="http://natelinha.uol.com.br/natelinha/js/ckfinder/userfiles/images/sbt35anos.jpg" style="width: 640px; height: 320px;"/><noscript><img alt="" src="http://natelinha.uol.com.br/natelinha/js/ckfinder/userfiles/images/sbt35anos.jpg" style="width: 640px; height: 320px;"/></noscript></p><p> <br /> Tradicionalmente, o canal jovem do Brasil é o SBT. Desde os anos 80, investe no público infanto-juvenil, traz desenhos, séries e programas que marcaram a infância da maioria das crianças, jovens, “ultrajovens” e adolescentes do país.</p><p>Mas as outras sempre permaneceram marginais no que tange a juventude. A Record teve bons momentos, com o programa “Eliana”, “Ed Banana” e outros de pouco sucesso. A Globo teve na “TV Globinho” seu porto seguro e em “Caça Talentos”, “Sítio do Pica-pau Amarelo”, “Bambuluá” e “TV Colosso”, seus expoentes.</p><p> <br /> Mas a história começou a mudar em 2012, quando o governo passou a olhar com mais cuidado para as publicidades veiculadas em programas infantis.</p><p>Em 2013, o Ibope, então único instituto a aferir a audiência das televisões abertas no país (hoje temos também a GfK, que realiza o mesmo trabalho), deixou de considerar crianças de 4 a 10 anos em suas medições.</p><p style="text-align: center;"> <br /> <img alt="" src="data:image/gif;base64,R0lGODdhAQABAPAAAP///wAAACwAAAAAAQABAEACAkQBADs=" data-lazy-src="http://natelinha.uol.com.br/natelinha/js/ckfinder/userfiles/images/tvcolosso-1209.jpg" style="width: 640px; height: 320px;"/><noscript><img alt="" src="http://natelinha.uol.com.br/natelinha/js/ckfinder/userfiles/images/tvcolosso-1209.jpg" style="width: 640px; height: 320px;"/></noscript></p><p> <br /> Em 2014, a proibição de propagandas que tinham como público-alvo as crianças jogou uma pá de cal nos poucos programas infantis que ainda resistiam aos baques anteriores.</p><p>Dizem que o próprio SBT cogitou, à revelia de seu sócio majoritário, proprietário, principal referência e animador, seguir as concorrentes e abdicar de sua programação infantil para dedicar-se a um público adulto, cujas regras publicitárias não fossem tão rígidas e as margens de lucro fossem maiores.</p><p>Reza a lenda que, ao saber dos planos, Silvio Santos cortou-o pela raiz, reafirmando que, enquanto houvesse crianças, haveria programação para elas em sua emissora. E os resultados dessa “teimosia” começam a aparecer. O SBT, única emissora que investe no público infanto-juvenil, obteve 21% de sua audiência a partir do mesmo. Globo e Record amargaram pífios 14% e 13%, respectivamente.</p><p>Mas o que isso significa? Que o jovem não quer ver TV? Segundo a própria reportagem do NaTelinha, não! Muito pelo contrário. O que o jovem brasileiro, conectado e informado não quer é deparar-se com programas espreme-sangue dos finais de tarde, com atrações arrastadas que falem de assuntos diversos por minutos a fio, sem movimentação e sem interação.</p><p><span style="color:#d3d3d3;"><img alt="" src="data:image/gif;base64,R0lGODdhAQABAPAAAP///wAAACwAAAAAAQABAEACAkQBADs=" data-lazy-src="http://natelinha.uol.com.br/natelinha/js/ckfinder/userfiles/images/record120-9.jpg" style="width: 310px; height: 360px; border-width: 5px; border-style: solid; margin: 5px 15px; float: left;"/><noscript><img alt="" src="http://natelinha.uol.com.br/natelinha/js/ckfinder/userfiles/images/record120-9.jpg" style="width: 310px; height: 360px; border-width: 5px; border-style: solid; margin: 5px 15px; float: left;"/></noscript></span>O jovem do século XXI não quer ver novela, quer se ver nela. O jovem do século XXI não quer assistir a um programa, quer participar dele. E a TV envelheceu! Seus executivos, todos já passados dos 40 anos, continuam caindo no erro primário de enxergar no produto que fazem apenas o público-espelho, que os representa.</p><p>A exceção? O SBT! Que fala com a criança pela manhã, com o adolescente pela noite, com o jovem nos fins de semana. O ‘velho’ “Programa Silvio Santos” tem aceitação incrível entre esse público. O SBT soube, como nenhuma outra, chegar a um perfil carente de atrações. Conversar com essas pessoas e, principalmente, lucrar com elas.</p><p>Talvez não tenha merchandisings como o programa da Sônia Abrão, não tenha a quantidade de inserções da novela das 18h da Globo, não tenha a diversidade temática proporcionada pelo “Hoje em Dia”, da Record, mas, certamente, consegue atingir o público ao qual se destina e, com isso, licenciar produtos, vender álbuns de figurinhas, revistas, CDs, DVDs, shows, bonecos, entre outros.</p><p>O fato é que o SBT mostra, para quem quiser ver, que o público infanto-juvenil está ali, ávido por consumir a TV aberta, mas esperando por produtos que satisfaçam suas necessidades.</p><p>É curioso quando uma jovem, na reportagem do site, fala que “por mais que alguns conteúdos sejam chatos, o YouTube e a Netflix estão bem melhor. Tem séries, conteúdos mais atrativos para nós”. Curioso porque mesmo os canais em que as televisões têm se inspirado deixam a desejar quando o assunto é comunicar-se com o jovem brasileiro do século XXI.</p><p>É hora de a comunicação sair de dentro da caixa e se reinventar. Ao invés de clonar programas de entrevistas aos montes, estudar uma demanda desconhecida até dos meios mais tecnológicos. A TV aberta tem tudo para chegar primeiro, mas, para isso, precisa deixar a preguiça de lado, mandar formatos enlatados aguardarem na fila e estudar o telespectador.</p><p>A TV se acostumou tanto com um público, que passou a achar-se autossuficiente dele. Julga ter seu público esgotado sem saber que ainda nem começou a explorar o seu potencial.<br /> <br />  </p><p> <br /> <em>Helder Vendramini é formado em Rádio e TV e pesquisa esse meio há vários anos. Aqui no site, busca fazer análises aprofundadas dos mais variados temas que envolvem a nossa telinha.</em></p></p></div><br />Fonte; Na Telinha / UOL</p><h3>Deixe seu comentário</h3><p><fb:comments-count href=http://conexaopenedo.com.br/2016/09/o-jovem-quer-tv-aberta-mas-ela-precisa-se-reinventar-para-alcanca-lo/></fb:comments-count> Comentários via Facebook</p><div class="fb-comments" data-href="http://conexaopenedo.com.br/2016/09/o-jovem-quer-tv-aberta-mas-ela-precisa-se-reinventar-para-alcanca-lo/" data-numposts="20" data-width="100%" data-colorscheme="light"></div></div> <span style="display:none" class="updated">2016-09-12</span><div style="display:none" class="vcard author" itemprop="author" itemscope itemtype="http://schema.org/Person"><strong class="fn" itemprop="name"><a href="http://conexaopenedo.com.br/author/natelinha/" title="Posts de NaTelinha" rel="author">NaTelinha</a></strong></div><div class="share-post"> <span class="share-text">Compartilhe</span> <script>window.___gcfg={lang:'en-US'};(function(w,d,s){function go(){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0],load=function(url,id){if(d.getElementById(id)){return;} js=d.createElement(s);js.src=url;js.id=id;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);};load('//connect.facebook.net/en/all.js#xfbml=1','fbjssdk');load('https://apis.google.com/js/plusone.js','gplus1js');load('//platform.twitter.com/widgets.js','tweetjs');} if(w.addEventListener){w.addEventListener("load",go,false);} else if(w.attachEvent){w.attachEvent("onload",go);}}(window,document,'script'));</script> <ul class="normal-social"><li><div class="fb-like" data-href="http://conexaopenedo.com.br/2016/09/o-jovem-quer-tv-aberta-mas-ela-precisa-se-reinventar-para-alcanca-lo/" data-send="false" data-layout="button_count" data-width="90" data-show-faces="false"></div></li><li><a href="https://twitter.com/share" class="twitter-share-button" data-url="http://conexaopenedo.com.br/2016/09/o-jovem-quer-tv-aberta-mas-ela-precisa-se-reinventar-para-alcanca-lo/" data-text="O jovem quer TV aberta, mas ela precisa se reinventar para alcançá-lo" data-via="conexaopenedo" data-lang="en">tweet</a></li><li style="width:80px;"><div class="g-plusone" data-size="medium" data-href="http://conexaopenedo.com.br/2016/09/o-jovem-quer-tv-aberta-mas-ela-precisa-se-reinventar-para-alcanca-lo/"></div></li><li><script src="http://platform.linkedin.com/in.js" type="text/javascript"></script><script type="IN/Share" data-url="http://conexaopenedo.com.br/2016/09/o-jovem-quer-tv-aberta-mas-ela-precisa-se-reinventar-para-alcanca-lo/" data-counter="right"></script></li></ul><div class="clear"></div></div><div class="clear"></div></div> </article><div id="comments"><div class="clear"></div></div></div> <aside id="sidebar"><div class="theiaStickySidebar"><div id="recent-comments-3" class="widget widget_recent_comments"><div class="widget-top"><h4>Últimos Comentários</h4><div class="stripe-line"></div></div><div class="widget-container"><ul id="recentcomments"><li class="recentcomments"><span class="comment-author-link"><a href='http://www.mixsexshop.com.br' rel='external nofollow' class='url'>sex shop</a></span> em <a href="http://conexaopenedo.com.br/2016/04/na-california-isabella-santoni-se-diverte-em-sex-shop-e-mostra-acessorios/#comment-158941">Na Califórnia, Isabella Santoni se diverte em sex shop e mostra acessórios</a></li><li class="recentcomments"><span class="comment-author-link"><a href='http://roupasinfantis.net' rel='external nofollow' class='url'>Maria Luiza</a></span> em <a href="http://conexaopenedo.com.br/2015/06/deborah-secco-faz-compras-para-enxoval-da-sua-bebe/#comment-158886">Deborah Secco faz compras para enxoval da sua bebê</a></li><li class="recentcomments"><span class="comment-author-link"><a href='http://comopassaremconcurso.info/' rel='external nofollow' class='url'>Paul</a></span> em <a href="http://conexaopenedo.com.br/2016/04/sucesso-nas-redes-sociais-rafael-uccman-comenta-repercusso-e-escolha-por-roupas-femininas-gosto-mas-no-quero-ser-mulher/#comment-158761">Sucesso nas redes sociais, Rafael Uccman comenta repercussão e escolha por roupas femininas: ‘Gosto, mas não quero ser mulher'</a></li></ul></div></div><div id="text-6" class="widget widget_text"><div class="widget-top"><h4></h4><div class="stripe-line"></div></div><div class="widget-container"><div class="textwidget"> <script type="text/javascript" data-cfasync="false" src="http://lizard1301.spider.ad/spd_display?p1=32377.divSpdRetangulo"></script> <img src="data:image/gif;base64,R0lGODdhAQABAPAAAP///wAAACwAAAAAAQABAEACAkQBADs=" data-lazy-src="http://www.conexaopenedo.com.br/banners/banner_280_70_b1.jpg" alt="texto alternativo da imagem" title="titulo da imagem" /><noscript><img src="http://www.conexaopenedo.com.br/banners/banner_280_70_b1.jpg" alt="texto alternativo da imagem" title="titulo da imagem" /></noscript> </a></div></div></div></div> </aside><div class="clear"></div></div><div class="e3lan e3lan-bottom"> <script type="text/javascript" data-cfasync="false" src="http://lizard1301.spider.ad/spd_display?p1=32377.divSpdAutoSize"></script> </div><div class="clear"></div><div class="footer-bottom"><div class="container"><div class="alignright"></div><div class="social-icons"> <a class="ttip-none" title="Facebook" href="http://www.facebook.com/pages/Conexão-Penedo/104927716298123" target="_blank"><i class="fa fa-facebook"></i></a><a class="ttip-none" title="Twitter" href="http://www.twitter.com/conexaopenedo" target="_blank"><i class="fa fa-twitter"></i></a><a class="ttip-none" title="Youtube" href="http://www.youtube.com/conexaopenedo" target="_blank"><i class="fa fa-youtube"></i></a></div><div class="alignleft"> © Conexão Penedo - Todos os direitos reservados</div><div class="clear"></div></div></div></div></div></div><div id="fb-root"></div> <script type='text/javascript'>var pollsL10n={"ajax_url":"http:\/\/conexaopenedo.com.br\/wp-admin\/admin-ajax.php","text_wait":"Seu \u00faltimo pedido ainda est\u00e1 sendo processada. Por favor espere um pouco...","text_valid":"Por favor, escolha uma resposta v\u00e1lida.","text_multiple":"N\u00famero m\u00e1ximo de op\u00e7\u00f5es permitidas:","show_loading":"1","show_fading":"1"};</script> <script type='text/javascript' src='http://conexaopenedo.com.br/wp-content/plugins/wp-polls/polls-js.js'></script> <script type='text/javascript'>var tie={"mobile_menu_active":"","mobile_menu_top":"","lightbox_all":"true","lightbox_gallery":"","woocommerce_lightbox":"","lightbox_skin":"dark","lightbox_thumb":"vertical","lightbox_arrows":"","sticky_sidebar":"","is_singular":"1","SmothScroll":"true","reading_indicator":"","lang_no_results":"N\u00e3o encontrado","lang_results_found":"Resultados encontrados"};</script> <script type='text/javascript' src='http://conexaopenedo.com.br/wp-content/themes/cp/js/tie-scripts.js'></script> <script type='text/javascript' src='http://conexaopenedo.com.br/wp-content/themes/cp/js/ilightbox.packed.js'></script> <script type='text/javascript' src='http://conexaopenedo.com.br/wp-includes/js/wp-embed.min.js'></script> <div id="fb-root"></div> <script>(function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id))return;js=d.createElement(s);js.id=id;js.src="//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&appId=307188946149671&version=v2.3";fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}(document,'script','facebook-jssdk'));</script> </body></html> <!-- This website is like a Rocket, isn't it ? Performance optimized by WP Rocket. Learn more: http://wp-rocket.me -->