Últimas

Paraibano assassinado na Espanha teria sido torturado até morrer

A imprensa da Espanha continua tratando o caso dos paraibanos mortos no país como um “ajuste de contas”, conforme investigações das autoridades locais. O jornal espanhol ‘Leon Noticias’ disse que uma das vítimas foi torturada até morrer. O governo da Paraíba divulgou nesta quarta-feira que irá arcar com as despesas aéreas do irmão de Marcos Nogueira.

Segundo a publicação, Marcos Nogueira, o pai da família, teria sido torturado até morrer. Já a mulher e as duas crianças teriam sofrido cortes profundos. O caso está sendo investigado sob sigilo e as autoridades não divulgam detalhes. A família das vítimas nega que eles tivessem envolvimento com práticas ilícitas ou inimigos. Os corpos foram encontrados no domingo, em uma província localizada a 60 km de Madri, capital da Espanha. Segundo a polícia local, eles podem ter sido mortos há cerca de um mês. O casal teve o corpo esquartejado e deixado em sacolas; as duas crianças não foram desmembradas.

O irmão de Marcos, Walfran Campos, solicitou apoio do governo da Paraíba para viajar a Madri e acompanhar todo o processo burocrático referente à liberação dos corpos. As despesas aéreas incluem os trajetos João Pessoa-Madri e Madri-João Pessoa. A governo informou que, além das passagens aéreas, toda a estrutura do Estado foi colocada à disposição da família das vítimas. O desejo da família é que as vítimas sejam enterradas em João Pessoa. 


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook