Últimas

Pastor incentiva cristãos a andarem armados para “protegerem a fé”

23/09/2016 – 11:00

Campanha pede que postem fotos na internet empunhando armas com a hashtag #soucristão



Pastor incentiva cristãos a andarem armados para “protegerem a fé” Pastor incentiva cristãos a andarem armados para “protegerem a fé”

Uma campanha via internet na Polônia está estimulando os cristãos a publicaram fotos segurando armas de fogo acompanhadas da hashtag #soucristão. O objetivo seria mostrar que eles estão dispostos a defender a fé, a pátria e a família.

A iniciativa segue um movimento similar nos Estados Unidos, surgido em 2015, após o massacre ocorrido em uma universidade no Oregon, quando o atirador perguntou às vítimas se eram cristãs antes de abrir fogo.

Na época, o cirurgião e ex-pré-candidato à presidência dos EUA, Ben Carson, postou uma foto segurando um cartaz que dizia #soucristão para mostrar solidariedade às vítimas. Contudo, o pastor Pawel Chojecki, da igreja da Nova Aliança da Província de Lublin, Polônia, achou que precisava ser mais incisivo.

“Na Polônia, modificamos a ideia e acrescentamos armas de fogo, mas de uma maneira não agressiva. O objetivo é resistir à ideologia pacifista promovida pela esquerda, muito popular hoje nas igrejas cristãs”, ressalta  Chojecki.

Ele encoraja os fiéis a se defender quando alguém quer matá-los. O líder religioso defende que “um cristão não pode ser pacifista, antes deve ser um cidadão responsável que, se for necessário, seja capaz de defender os frágeis, as vítimas, suas famílias e sua pátria”.

Vários cristãos poloneses já estão participando da campanha.

Vários cristãos poloneses já estão participando da campanha.

Chojecki sublinha que os católicos são bem-vindos a se juntar a campanha, embora acredite que o papa Francisco seja “um claro impostor que destrói a civilização europeia com suas falsas doutrinas”.

Base bíblica

Dezenas de pessoas adeririam à campanha do pastor Pawel, tanto cristãos poloneses quanto em outros países da Europa. As armas de fogo vão desde revólveres até fuzis. Embora a ideia de associar religião a armas tenha sido comemorada por setores conservadores poloneses, Chojecki garante que não está ligado a nenhum partido ou movimento político.

Para ele é uma questão simples, não sendo uma campanha para pedir a legalização das armas de fogo.

“Jesus proibiu os cristãos de serem pacifistas. Além disso, se olharmos a história, podemos ver que cavaleiros e soldados cristãos guardaram nossa civilização contra as invasões bárbaras”, ressaltou Chojecki, numa referência velada aos imigrantes muçulmanos que entram diariamente na Europa.

Para justificar sua postura, usou a passagem de Lucas 22:36, onde Jesus afirma: “Mas agora, se vocês têm bolsa, levem-na, e também o saco de viagem; e se não têm espada, vendam a sua capa e comprem uma”. Com informações de Valores Religiosos


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook