Últimas

Pastor negro é morto pela polícia e chamado de “cara mau”

21/09/2016 – 7:00

Caso chocou a opinião pública dos EUA



Pastor negro é morto pela polícia e chamado de “cara mau” Pastor negro é morto pela polícia e chamado de “cara mau”

Um pastor negro foi morto a tiros por policiais numa estrada de acesso à Tulsa, Oklahoma. Seu carro quebrou e ele foi abordado por vários policiais e monitorado por um helicóptero. Mesmo obedecendo as ordens foi alvejado e morreu a caminho do hospital.

Os vídeos de segurança do carro da polícia e do helicóptero de apoio mostram que ele estava com as mãos para o alto e foi atingido por uma arma de choque, mas depois morto a tiros quando tentava pegar algo dentro do carro.

Perto das 8 horas da noite, na última sexta-feira (16), Terence Crutcher, de 40 anos, foi cercado pela polícia e andou lentamente com as mãos para cima. Mesmo fazendo o que os policiais pediam, recebeu um tiro pelas costas da policial Betty Shelby.

A narração dos fatos feita a partir do helicóptero diz que se tratava de um “cara grande e mau que deve estar tramando algo”. A frase gerou muita revolta da comunidade negra, em especial da irmã gêmea de Terance.

A polícia havia afirmado que Crutcher estava voltando para o seu carro sem as mãos para cima. Mas um vídeo gravado pela própria Polícia de Tulsa mostra claramente que o pastor estava com as mãos para o alto e de costas para os oficiais. Após o tiro, uma ambulância foi chamada, mas ele morreu antes de chegar ao hospital.

“Esse cara grande e mau amava a Deus”

Foi aberta uma investigação criminal sobre o caso e os policiais foram afastados da patrulha. O Departamento de Justiça Federal iniciou uma investigação distinta, para apurar se houve violações dos direitos civis. O caso chocou a opinião pública dos EUA.

Tiffany Crutcher, que é irmã gêmea do pastor assassinado manifestou sua indignação: “Perdi meu irmão que não estava fazendo nada de errado… De um fato que eu sei: meu irmão estava desarmado”.

Também sublinhou que a frase usada pela polícia era preconceituosa. “Vocês querem saber quem era esse cara grande e mau? Esse cara grande e mau era pai. Esse cara grande e mau era filho. Esse cara grande e mau estudava na Faculdade Comunitária de Tulsa… Esse cara grande e mau amava a Deus. Esse cara grande e mau estava na igreja louvando todas as semanas!”.

A família do pastor Crutcher pediu para que não houvessem protestos políticos por causa da sua morte, mas qualquer manifestação deveria ser pacífica. Nos últimos meses, vários homens negros forma mortos por policiais brancos em Minnesota, na Flórida e na Louisiana. Com informações de Telegraph


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook