Últimas

Polícia abre inquérito para apurar acidente com ônibus de romeiros em SP

A Polícia Civil de Mogi Guaçu, município da região de Campinas, instaurou inquérito para apurar as circunstâncias do acidente com um ônibus fretado, no início da noite desse domingo, que causou a morte de pelo menos quatro pessoas e deixou 43 feridos.

O coletivo pertence a empresa Vale Way, de São Sebastião do Paraíso (MG), e levava romeiros de volta da cidade de Aparecida, no Vala do Paraíba, para Itamogi, em Minas Gerais. Por volta das 18h30, por motivo ainda ser investigado, o veículo bateu na traseira de um carreta que transportava cana-de-açúcar. Dois dos passageiros morreram na hora.

A maioria dos feridos foi socorrida em Mogi Guaçu, sendo oito levados para o Hospital Municipal Dr. Tabajara Ramos, onde uma senhora de 86 anos não resistiu aos ferimentos. De acordo com informações do hospital, outros quatro receberam atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), dos quais dois foram liberados e dois com suspeitas de fraturas foram encaminhados à Santa Casa da cidade.

De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa de Mogi Guaçu, a unidade atendeu nove feridos, dos quais seis continuam internados, sendo que um deles está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Pela manhã, um outro ferido passava por cirurgia na Santa Casa de São João da Boa Vista, cidade vizinha, onde também ocorreu um óbito.

Em razão do grande número de feridos, os socorridos foram distribuídos para vários hospitais da região, mobilizando além de equipes da Polícia Rodoviária Estadual, integrantes da concessionária Renovia, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Durante a operação de resgate às vítimas, a Rodovia SP-340 ficou interditada com a interrupção do tráfego de veículos entre às 18h30 e 22h.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook