Últimas

Reunião com diretoria definirá futuro de Michel Bastos no São Paulo

Meia se reunirá nesta segunda (12) com dirigentes do Tricolor

O futuro de Michel Bastos no São Paulo será definido em reunião nesta segunda-feira (12) entre o jogador e dirigentes do clube do Morumbi. O meia, que tem contrato até dezembro de 2017, sequer foi relacionado para os dois últimos jogos do Tricolor por conta da má fase técnica e física e, principalmente, por estar abalado após ter sido agredido durante invasão ao CT da Barra Funda no último dia 27.

“Não acho que ele esteja tão abaixo fisicamente e tecnicamente. Acho que foi muito a questão do que ocorreu no CT. Não minto para vocês. Está extremamente abalado com isso. Também não é bem assim. Tem que recuperar logo. Vamos conversar para saber se está a fim ou não está a fim. Vou conversar seriamente com ele. Vamos resolver de forma profissional, justa e correta para as duas partes para ver qual será o caminho da história dele no São Paulo”, declarou Marco Aurélio Cunha antes da vitória do Tricolor sobre o Figueirense.

Os números de Michel Bastos no Brasileirão:

Em entrevista coletiva após o confronto, o técnico Ricardo Gomes confirmou que Michel Bastos está abalado.

“Michel tem contrato com o clube, é bom jogador, conheço bem, mas não está vivendo uma boa fase mental. Já cheguei com ele em baixa de forma, estou tentando recuperar, conversamos bastante com ele, mas ele está em dúvidas com relação… Ele está com muitas dúvidas, a chegada do Marco (Aurélio Cunha) vai nos ajudar nisso. Ainda não conto com ele. Vai depender dessa reunião de amanhã (12), vamos decidir sobre o caso Michel. Tem qualidade, mas está num nível de performance que não é boa nem para o São Paulo nem para ele”, afirmou.

Como já participou de 11 jogos pelo São Paulo no Brasileirão, Michel Bastos não poderia atuar por outro time da Série A. As alternativas seriam disputar a Série B ou atuar em centros menores, como no mundo árabe.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
São-paulinos admite alívioSão Paulo 3 x 1 Figueirense | A classificação do BR



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook