Últimas

Santos detona arbitragem: "crime, expulsão ridícula e árbitro mentiroso"

Revoltados, Dorival Júnior e seus jogadores atacam o árbitro Rodrigo Batista Raposo após derrota para o Internacional

Indignação, revolta, raiva… Muitas palavras podem definir o que os santistas sentiram após a derrota por 2 a 1 para o Internacional no Beira-Rio, na noite desta quinta-feira (8), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.


GOALLEIA MAIS: GOAL
Santos é derrotado pelo Inter | Os erros de arbitragem do Brasileirão | Os desfalques de Timão e Peixe para o clássico


O jogo, que poderia ficar marcado pelo fim do jejum do Inter, que voltou a vencer depois de 14 rodadas e saiu da zona de rebaixamento, ou pelo fato do Santos ter se afastado do G4, ficou marcado por polêmica envolvendo a arbitragem.

Isso porque o árbitro Rodrigo Batista Raposo expulsou o camisa 10 do Peixe, Lucas Lima, por teoricamente fazer cera. O meia recebeu dois cartões amarelos muito contestáveis pela suposta atitude e acabou sendo expulso ainda no primeiro tempo. O armador chorou de raiva no banco de reservas, e o técnico do Santos, Dorival Júnior, e seus jogadores, atacaram a arbitragem.

“Aquilo foi uma jogada ensaiada. Foi um crime aquela atitude. Decisão equivocada e infeliz. Ele refuga em um primeiro momento para termos velocidade em um trabalho de bola. Não tem o que falar. Nunca vi isso no futebol. A opinião da arbitragem me impressiona. Ele tomou a decisão que tinha que tomar e interferiu diretamente na partida”, disse o treinador.

(Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional/Divulgação)

“O jogo estava controlado. Ele se atrapalhou inteiro. Posso pegar um gancho, mas o que aconteceu foi ridículo. A forma como que ele expulsou o Lucas Lima… Disse que fomos agressivos com ele, ele que foi agressivo. Disse que eu xinguei ele e eu não falo um palavra de baixo calão há 20 anos. Além de tudo, é mentiroso”, afirmou Victor Ferraz ao Sportv. 

“Não se faz o que fez hoje. Vimos que ele (árbitro) veio mal intencionado e isso não pode acontecer”, declarou Gustavo Henrique. “Nosso time estava bem, mas o árbitro complicou. A expulsão do Lucas Lima não existe. Parece que ele queria nos prejudicar”, completou o goleiro Vanderlei.

Sem Lucas Lima, e também Ricardo Oliveira e Victor Ferraz, o Santos terá duelo direto contra o Corinthians no próximo domingo (11), às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro. O Peixe é o atual quinto colocado do Brasileirão, com 36 pontos, enquanto o Timão ocupa o quarto lugar, com 40.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook