Últimas

Secretaria de Saúde já deve mais de R$ 15 milhões aos municípios

Ao que parece, a presença do homem de confiança do governador Renan Filho na Secretaria de Saúde animou os gestores municipais.

Ontem, eles decidiram em mais uma reunião que vão apostar na abertura do diálogo com a pasta, que já acumula um débito – contando só até julho – de mais de quinze milhões de reais com os municípios.

Por unanimidade, os integrantes da Diretoria do Conselho de Secretaria Municipais de Saúde de Alagoas resolveram encaminhar um ofício à secretária Rozangela Wyszomirska, para tentar definir um calendário do pagamento dos atrasados que eles têm a receber.

A nomeação no início do mês de Edberto Omena, ex-secretário de Finanças de Murici, como adjunto da Saúde pode reabrir o canal de negociação entre as partes.

Como afirmou o diretor do Cosems e secretário de Saúde de Jacaré dos Homens, Clodoaldo Ferreira, “os municípios pequenos representam 70% do Estado e a omissão do Governo é gravíssima, sendo grande o impacto na Atenção Primária. Queremos saber nesta negociação sobre a previsão de repasse do Estado, pois precisamos de resposta concreta”.

É interessante ressaltar que, quando assumiu, a atual secretária de Saúde afirmou que a prioridade absoluta seria a “atenção básica”.

Ao que parece, não é mais.

OS, PPP, construção de hospitais, tudo isso passou na frente.

São os sinais dos tempos.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook