Últimas

“Socialistas e ateus estão morrendo de medo da igreja”, afirma Franklin Graham

13/09/2016 – 7:00

Renomado pastor tem usado as redes sociais para fazer sérias denúncias



“Socialistas e ateus estão morrendo de medo da igreja”, afirma Franklin Graham Graham: “Socialistas e ateus morrem de medo da igreja”

Considerado um dos líderes evangélicos mais influentes de todos os tempos, Billy Graham, está com 97 anos e não prega mais em público. Seu ministério hoje se resume a escrever textos que são postados no site do seu ministério e reimpressos por muitos veículos de comunicação.

Franklin Graham, 64 anos, assumiu a liderança da Associação Evangelística Billy Graham (AEBG) e comanda trabalhos de ação social em várias partes do mundo através do Bolsa do Samaritano.

Nos últimos anos ele tem usado as redes sociais para fazer uma série de denúncias e se posicionar sobre questões do cotidiano que atingem a igreja. Por ocasião da beatificação de Madre Teresa de Calcutá, concordou com afirmações de Bill Donohue, líder da Liga Católica para Direitos Religiosos e Civis dos Estados Unidos. Segundo ele, “socialistas e ateus estão morrendo de medo da Igreja.”

Lembrou em seu texto que os cristãos ao longo dos séculos sempre forneceram – sem interferência do governo – assistência, comida, abrigo, educação e cuidados de saúde para os pobres.

Donohue e Graham concordam que os socialistas desprezam o setor privado e a ajuda voluntária para os mais pobres, sempre alegando que isso é uma obrigação do Estado. O pastor Franklin escreveu que mesmo não sendo católico, reconhecia que padres e freiras, bem como pastores e missionários evangélicos sempre cuidaram dos mais necessitados, tendo fundado importantes hospitais e universidades, suprindo lacunas que o governo humano sempre deixou.

“Os socialistas e os ateus morrem de medo da igreja por que não querem que ninguém, exceto o governo seja responsável por cuidar dos pobres… Se os ideais socialistas forem vitoriosos nas eleições, perderemos muito”. Os Estados Unidos vivem um período eleitoral e como sempre algumas questões debatidas afetam diretamente aqueles que defendem os valores cristãos.

O principal argumento de Graham, ecoando o que disse Donohue é que de modo geral, os socialistas e ateus criticam a igreja, mas não tem nada melhor para oferecer para as pessoas. Seu ideal é substituir Deus na sociedade por outros seres humanos ou pela figura do Estado.

Em entrevista à TV, Donohue argumentou que para os socialistas e ateus é impossível entenderem o amor de Deus. Sendo assim, não suportam saber que a motivação dos cristãos não é para ganho pessoal. Além disso, quando um cristão cumpre fielmente o que Jesus ensinou, sobram poucos argumentos para se fazer críticas ao trabalho da igreja em relação aos necessitados. Com informações de News Max e CNS News


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook