Últimas

Sorrisos por James e lágrimas por Marcelo

Empate com o Villarreal no meio da semana trouxe alegria e tristeza para o torcedor do Real Madrid




OPINIÃO


Real Madrid ficou sem o recorde de vitórias consecutivas. Se mantém invicto e líder da La Liga, mas o fantasma de Pep Guardiola fez uma aparição no Santiago Bernabéu para deixar a marca de 16 triunfos seguidos assim como o Barcelona de 2010-11. Os Merengues novamente fizeram um gol no último minuto, mas não houve milagre nos acréscimos. Talvez se não tivessem relaxado no primeiro tempo diante de um Villarreal digno, o resultado teria sido diferente. Mas nós nunca saberemos.

A equipe voltou a pecar na primeira etapa. Perdeu a pressão, dando muitas facilidades para o adversário, que permitiu um pênalti do talentoso Bruno Soriano. A última derrota do Real Madrid fora de casa foi um pouco antes do submarino amarelo, e talvez deveria ter desconfiado um pouco mais do seu potencial.

A melhor notícia seria certamente a presença de James Rodriguez. Presença notável e influente. O colombiano voltou a iniciar uma partida com Zidane e justificou a sua presença. Esta temporada ele está provando ser o número ‘1’ e não o ’10’. Assumiu a responsabilidade e conduziu a reação da equipe.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Ancelotti provoca presidente do Real | Lazio e Milan são destaques no Italiano | Benzema no Arsenal?


A pior notícia para os Merengues além do recorde que não foi quebrado, certamente foi a lesão muscular de Marcelo. Sem muita gravidade, mas que o deixa de fora para os confrontos contra o Las Palmas e Dortmund. Zidane até tentou com Carvajal e Danilo, e deixando de lado Nacho, que vinha preenchendo a lateral-esquerda. Estranha decisão. E nenhum chegou ao alcance do brasileiro. Desgraçado destino dos Merengues.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook