Últimas

Vaias a Temer e manifestações políticas marcam início de desfile

O desfile do Dia da Pátria começou pontualmente às 9h, com a entrada das autoridades. O presidente Michel Temer veio acompanhado da primeira-dama Marcela Temer. Ele não desfilou em carro aberto, como é feito tradicionalmente pelos presidentes. Na chegada, Temer foi vaiado pelo público próximo a bancada de autoridades. Parte gritava “Fora Temer” e “Temer golpista”. Outras pessoas o aplaudiram.

O medalhista olímpico em ginástica artística Arthur Nori foi ovacionado ao entrar com a pira da Pátria. Os atletas olímpicos, que desfilaram no grupo de abertura, arrancaram aplausos do público. 

Mesmo após o início do desfile, muitas pessoas ainda estão chegando. Algumas enfrentam filas. Muitos pontos das arquibancadas já estão cheios. Em algumas das entradas houve princípio de tumulto, a segurança não estava permitindo a entrada devido à lotação. Após protestos e reclamações dos espectadores, a organização liberou a entrada.

João Carlos de Medeiros Carneiro, 54 anos, a esposa Karytta Melo, 27, e a filha do casal Valentine Carneiro, de um ano e nove meses, foram ao desfile com um sentimento mais próximo da indignação do que orgulho. “Esse 7 de setembro será diferente. Um momento ruim demais para o Brasil, de quebra da democracia, onde tiraram a forca uma presidente eleita do poder. Viemos para reforçar que queremos eleições livres, porque essa atitude demonstrou que o voto não tem valor”, afirmou o advogado e servidor público federal.

Pela primeira na comemoração da independência do Brasil, Marcelo Coutinho, 37 anos, Cristina souza, 31 e os filhos do casal Cristian e Nicolas, 6 e 4 anos, chegaram à Esplanada de verde e amarelo da cabeça aos pés. “Hoje consegui uma folga e trouxe os meninos porque não conhecem” disse Marcelo. Cristina reforça: “A gente mora a vida toda aqui e nunca vem, e faz parte. Até para os meninos terem ideia de patriotismo”.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook