Últimas

► Dirigente do São Paulo é sincero ao analisar momento do time: ‘Afobação, nervosismo e falta de qualidade para fazer gols’

Marco Aurélio Cunha ainda garantiu a permanência de Ricardo Gomes no comando do Tricolor

O diretor-executivo do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, foi sincero ao analisar o momento que a equipe vive no Campeonato Brasileiro. Apesar da derrota por 1 a 0 para o Santos, o dirigente garantiu a permanência de Ricardo Gomes como treinador do Tricolor e admitiu que falta qualidade ao time para fazer gol.

“Mudanças nesse momento não serviriam para nada. Não vai haver mudança a curto prazo, isso seria perder a cabeça. Vi o São Paulo jogando relativamente bem hoje (quinta-feira), mas perdendo muitas oportunidades. Não tem segredo, é hora de trabalhar ainda mais. Não adianta brigar, criar confusão. Também precisamos ter um pouco mais de sorte. Não me lembro de outro ataque do Santos na partida. Já nós criamos várias oportunidades e não conseguimos marcar”, lamentou.

“Nossa defesa está encaixada, no meio-campo talvez ainda falte algo mais, embora o Cueva tenha voltado. Talvez falte qualidade para fazer gol. Perdemos muitas peças no setor, foram seis no total. Isso faz diferença para qualquer equipe. O time não deixa de lutar em nenhum instante, isso precisa ser analisado”, acrescentou.

Com a derrota, o São Paulo permaneceu na 14º colocação a três pontos da zona de rebaixamento. Na próxima segunda-feira (17), a equipe enfrentará o Fluminense, às 20h (de Brasília), em Édson Passos.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
R. Gomes se sente ameaçado | Dênis: ‘Díficil explicar para o torcedor’ | Hudson: ‘Falta confiança’



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook