Últimas

A reação de artistas e público a “Jeremias”, de Gabriel Iglesias

10/10/2016 – 8:00

Produção gerou comentários de artistas como Leonardo Gonçalves, Duca Tambasco e Felipe Valente



A reação de artistas e público a “Jeremias”, de Gabriel Iglesias Imagem: Reprodução

O clipe da canção “Jeremias“, de Gabriel Iglesias, publicado na plataforma VEVO e disponível no YouTube, alcançou mais de 30 mil visualizações em cerca de dois dias. A produção audiovisual, dirigida por Matheus Siqueira, recebeu comentários positivos, mas também gerou certa dúvida entre o público.

Leonardo Gonçalves, como proprietário do selo pelo qual Gabriel será lançado, com distribuição da Sony Music Brasil, foi o primeiro a se manifestar. “duvido muito que você jamais tenha assistido algo parecido”, disse o músico pernambucano no dia do lançamento. Duca Tambasco, baixista do G3, também fez elogios: “que coisa linda”.

Mais tarde, Leonardo elencou três aspectos que considerou interessantes na produção. “achei a ideia do profeta como astronauta simplesmente genial, porque de certa maneira ele traz uma mensagem de outro mundo/dimensão e, segundo podemos observar nos escritos de jeremias, se sente completamente deslocado”, disse o cantor, acerca de um dos pontos.

A ideia do astronauta interpretado por Gabriel Iglesias, citada por Leonardo Gonçalves, perpassa todo o roteiro que foi gravado na Catalunha. Uma das principais referências contidas no videoclipe é o filme 2001: Uma Odisséia no Espaço. Alguns internautas, também, fizeram cerca associação ao vídeo de “No Surprises”, do Radiohead (OK Computer, 1997) que também é, de certa forma, um tributo ao clássico dos cinemas.

Para a gravação da música, Gabriel usou um pedal para modular suas vozes. A ideia, que remete à história de Jeremias e sua posição de profeta, não foi bem assimilada por parte do público, e Leonardo fez questão de explicar. “a boca é do profeta, mas a voz é de DEUS. o estranhamento de você não reconhecer a própria voz, mesmo enquanto sai da sua boca, foi genialmente transmitido através do pedal que ele usou pra modular sua voz”, disse.

Com relação às opiniões negativas, o cantor Felipe Valente foi enfático. “Quando alguém diz “não entendi e não gostei”, me leva à crer que ela só é capaz de gostar de algo que não lhe seja estranho, ou seja, previsível. Se a previsibilidade supera o deslumbramento pelo inusitado, logo, tendo a achar que tal pessoa detesta arte. Meu conselho: não sofra. Procure sempre músicos previsíveis”.

Assista o videoclipe de Gabriel Iglesias, “Jeremias”:


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook