sao-luis

Acusado de atirar durante caminhada morre em embosca dentro de ambulância

Pelé estava sendo socorrido para para o Hospital Geral do Estado quando foi morto

 

Um dos suspeitos de ter participado do atentado que deixou uma pessoa morta e outras quatro feridas durante a caminhada em comemoração a vitória da prefeita eleita Fernanda Cavalcante (PMDB), no município de São Luís do Quitunde, morreu após ter sido vítima de uma emboscada.

Givaldo Ferreira Gomes, de 24 anos, conhecido como Pelé, estava sendo socorrido em uma ambulância para o Hospital Geral do Estado (HGE), quando homens abordaram o motorista do veículo e o obrigaram parar. O acusado foi morto dentro da ambulância.

Não se informações sobre os homens que executaram Pelé, que estava usando tornozeleira eletrônica.

 

O caso

A caminhada em comemoração a vitória da prefeita eleita Fernanda Cavalcante (PMDB), no município de São Luís do Quitunde, região Norte de Alagoas, terminou com uma pessoa morta e três feridas, na Rua Colaço Pimentel, conhecida como “Rua do Cemitério”, na noite desta segunda-feira (3).

Pai de Fernanda Cavalcante, o ex-prefeito da cidade, Cícero Cavalcante, disse à reportagem do CadaMinuto que as vítimas do atentado à bala não estavam participando do “arrastão”. “No final do trajeto ocorreu esse fato lamentável em via pública. Testemunhas falaram que o caso aconteceu devido a um acerto de contas”.

Uma mulher, conhecida como “Preta do Bar”, faleceu ao dar entrada no hospital. Outra moça, que não teve a identidade revelada, e o irmão do vereador Ravilys, foram atingidos. Uma criança também ficou machucada no pé durante o tumulto.

O familiar do parlamentar foi alvejado com um disparo de arma de fogo no braço. Ele não corre risco de morte, conforme a reportagem do CadaMinuto apurou.

 

 

Cadminuto

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook